CÂMARA TÉCNICA DEBATE FRAUDES

A rotina de fraudes nos medidores de água, detectada pela Divisão de Hidrometria da Copasa, foi um dos temas debatidos pela Câmara Técnica de Gestão de Perdas e Eficiência Energética da ABES-MG, durante a reunião realizada em 28/9.

CAMARA TECNICA GESTÃO DE PERDAS ABESMG

De acordo com o especialista, Arnaldo Reis Carvalho, cerca de 12,57% dos hidrômetros substituídos em Minas Gerais, e levados para avaliação no laboratório de hidrometria, foram adulterados. Fraudes que comprovam que o roubo de água, por meio da adulteração dos equipamentos de medição, também contribui para o elevado índice de perdas nos sistemas de abastecimento mineiros. Atualmente, as perdas superam 35% de toda a água tratada e distribuída.

A empresa Lamon, que atua no mercado de instrumentação nas áreas de vazão, nível, pressão e pesquisa de vazamento, também apresentou à Câmara as inovações em equipamentos e tecnologias para a medição.

Confira as fotos da reunião.

Notícias