Abes-MG assume conselho no Parque do Sumidouro

O Parque Estadual do Sumidouro (PESU), importante unidade de conservação localizada nos municípios de Pedro Leopoldo e Lagoa Santa, definiu a formação de seu novo Conselho Consultivo, durante reunião realizada no dia 21 de novembro.

Representantes da sociedade civil e de órgãos públicos que participaram do encontro também puderam conhecer a Unidade de Conservação, sua legislação e o funcionamento do conselho.

Com vigência de dois anos (2012-2014), o Conselho será composto por 29 cadeiras, sendo um conselheiro e um suplente da mesma instituição. As cadeiras serão representadas pelas seguintes instituições:

• IEF – Instituto Estadual de Florestas

• IMA – Instituto Mineiro de Agropecuária

• ICMBIO – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade

• Emater

• Secretaria Municipal do M. Ambiente (Prefeitura de Pedro Leopoldo)

• CAALE – Centro de Arqueologia Annette Laming Emperaire (Prefeitura de Lagoa Santa)

• UNIFEMM – Centro Universitário de Sete Lagoas

• PUC Minas

• Polícia do Meio Ambiente

• Corpo de Bombeiros de Vespasiano

• GLAV – Associação Gruta Lapinha Viva

• AMAR – Associação dos Amigos do Museu Arqueológico da Região de Lagoa Santa

• Associação Movimento Lagoa Viva

• ACITA – Associação de Condutores Itararé

• ADOARPS – Associação das Doceiras e Artesãos do Parque Estadual do Sumidouro

• Condomínio Amendoeiras

• ADAO – Associação de Artes e Ofícios do Distrito de Mocambeiro

• AMDA – Associação Mineira de Defesa do Meio Ambiente

• Instituto Guaicuy – SOS Rio das Velhas

• APDA – Associação Pedro Leopoldense de Defesa do Meio Ambiente

• Grupo Guano Speleo

• AME – Associação Mineira de Escalada

• Clube dos 50

• ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental

• Escola Municipal da Lapinha

• Escola Estadual do Sumidouro

• Sindiextra – Sindicato da Indústria Mineral do Estado de MG

• Sindicalge – Sincato da Indústria de Cal e Gesso

• SNIC – Sindicato Nacional da Indústria do Cimento

 A representante da Abes-MG no PESU é a engenheira Fátima Gouvêa, que ocupa a cadeira dirigida a instituições com objetivos relacionados aos objetivos da Unidade de Conservação. Segundo ela, para o próximo ano, já estão planejadas algumas atividades para os membros. Após a posse prevista para fevereiro de 2013, será elaborada a revisão do Regimento Interno, a capacitação dos conselheiros e a elaboração do plano de trabalho para a nova gestão.

Localizado ao Norte da capital mineira, o Parque do Sumidouro está inserido em uma importante Área de Proteção Ambiental: a APA Carste de Lagoa Santa. Com área total de 2004,00 ha., a Unidade de Conservação (UC) é gerida pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) e caracteriza-se como Unidade de Proteção Integral com objetivo principal de promover a preservação ambiental e cultural, possibilitando atividades de pesquisa, conservação, educação ambiental e turismo.

Considerado um museu de território, a história do PESU está bastante associada às pesquisas pioneiras, feitas na primeira metade do século XIX, pelo naturalista dinamarquês Peter Wilhelm Lund, descobridor do Homem de Lagoa Santa, reconhecido como um dos primeiros habitantes do Brasil.

A unidade oferece aos turistas três trilhas (Travessia, Sumidouro e Circuito Lapinha), visita ao Museu Peter Lund (inaugurado no dia 21 de setembro de 2012) que possui um acervo de 82 fósseis escavados por Lund, vindos do museu da Dinamarca e vista a Gruta da Lapinha, eleita uma das sete maravilhas da Estrada Real.

Atualmente o PESU protege o patrimônio cultural e natural de toda a região onde se insere, podendo-se destacar a biodiversidade do seu cerrado, matas de galeria e espécies que vivem sob rochas. Para saber mais sobre a Unidade de Conservação entre em contato através do telefone: 3661-8671 ou do e-mail: pesumidouro@meioambiente.mg.gov.br

 

Notícias