ABES e ANA assinam convênio para troca de informações sobre recursos hídricos

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental (ABES) e a Agência Nacional de Águas (ANA) firmaram um convênio, na manhã desta terça-feira (27/09), para troca de informações na área de gerenciamento dos recursos hídricos. O acordo foi firmado durante um painel sobre o tema, apresentado no Congresso da ABES, que acontece na FIERGS até quarta-feira (28/09), que apresentou propostas e soluções para a modernização nos planejamentos de uso de rios e bacias hidrográficas em território nacional.

O diretor da ABES-RS, Paulo Renato Paim, disse que um dos maiores desafios para melhoria da gestão de água no Brasil é a desburocratização de alguns processos e a união entre municípios. "Cada município tem uma forma de administrar os recursos hídricos, e isto é um equívoco, visto que muitas cidades fazem uso de uma mesma bacia hidrográfica. Ou seja, é preciso esquecer os limites municipais e ter um pensamento sistêmico quando falamos em gerenciamento de rios e bacias hidrográficas", alertou.

Outra necessidade apontada durante o painel foi a de realizar o enquadramento e a correta classificação destes recursos para um melhor planejamento do seu uso. Ao menos é o que defende o Dr. Carlos Tucci, professor do Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS. "o enquadramento dos recursos hídricos é uma forma de classificação que permite um melhor planejamento de metas e a conseqüente melhoria na qualidade dos usos da água", avalia.

Também participaram do painel o presidente da Agência Nacional de Águas, Vicente Andreu Guillo, o gerente de pesquisas da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Cleverson Andreoli, e o presidente do Comitê Taquari- Antas, Daniel Schmitz.

 

Notícias