Fiscalização ambiental na região da Serra do Gandarela

Foram detectadas seis infrações, sendo que destes quatro atividades foram suspensas por infringirem a legislação ambiental. De 13 a 14 de abril, quarta e quinta-feira, foram aplicadas mais de 10 mil reais em multas. 55 estéreis de lenha nativa foram apreendidos e dois empreendimentos rurais embargados.

Os principais problemas detectados continuam sendo a produção de carvão com utilização de mata nativa, desmatamentos não autorizados e intervenções em áreas de preservação permanente. O coordenador técnico da operação, técnico do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Alessandro Albino Fontes, faz uma análise positiva das ações, "já superamos o número de pontos que esperávamos fiscalizar", ressalta Fontes.

A ação faz parte das atividades da Subsecretaria de Controle Fiscalização Ambiental Integrada (Sucfis) da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e conta com cerca de 20 pessoas entre técnicos e policiais. A base da operação fica no município de Santa Bárbara.

O objetivo principal da operação é coibir desmatamentos ilegais e verificar a regularidade das atividades de mineração na região. Durante o trabalho os técnicos fazem um levantamento das atividades desenvolvidas na região além de buscarem pontos de desmate não autorizados para aplicação da legislação ambiental.

15-4-2011

 

Notícias