MACROMEDIÇAO FOI TEMA DA PRIMEIRA REUNIÃO

Com a presença de mais de 20 profissionais, estudiosos e atuantes, na gestão de perdas nos sistemas de abastecimento de água, foi realizada, em 21 de juhho de 2018, a primeira reunião da Câmara Temática de Gestão de Perdas da ABES-MG.

Câmara Técnica Gestão de Perdas ABES-MG

O engenheiro e especialista no assunto, Alexsandro Barral, coordenador da Câmara Temática, ressaltou que as perdas de água no Brasil estão estáveis, ou aumentando ano a ano. Dados apresentados por ele durante a reunião mostram que em 2012, 36,9% de toda a água tratada se perdia. Em 2016, a situação piorou, e o volume tratado e perdido saltou para 38,1%. " Para além desses dados, estima-se que hoje, cerda de 1/4 do volume de água distribuído não seja medido, por falhas na macromedição. O que leva a uma imprecisão, ainda maior, em relação ao real indice de perdas no país, afirmou Barral.

Macromedição é tema da reunião da Câmara de Perdas

Para o presidente da ABES-MG, Rogério Siqueira, a Câmara tem um importante papel na discussão de soluções para a gestão de perdas. "Quando o consumidor tomar consciencia de que paga por 35% de perdas de toda a água produzida, vai cobrar da prestadora de serviço que essa perda seja reduzida", disse. Ele destacou ainda que, o intuito da ABES-MG ao propor a criação da Câmara Temática é contribuir para que haja redução das perdas nos sistemas de abastecimento de água em Minas Gerais. "Vamos iniciar a discussão, hoje, com o tema "Gestão da Macromedição nos Sistemas de Abastecimento de Água" e definiremos outros temas para as próximas reuniões. Esse é um trabalho voluntário que depende do envolvimento das pessoas. Convido a todos a participarem. Se o setor do saneamento se engajar e levantar lutas públicas importantes, podemos fazer um Brasil muito melhor", finalizou.

CT Gestão de Perdas de Água

Para abordar o tema da Macromedição nos Sistemas de Abastecimento de Água, Barral convidou o Chefe da Divisão de Hidrometria da Copasa, Luiz Fernando Almeida Resende. O especialista apresentou o trabalho que vem sendo desenvolvido na empresa para dar confiabilidade aos dados e garantir a qualidade da medição. Ele destacou que o laboratório tem feito constantes investimentos na manutenção corretiva dos medidores, treinamento dos profissionais envolvidos com a macromedição, padronização dos procedimentos, planos de manutenção preventiva, manutenção dos equipamentos do laboratório, dentre outras medidas. "O foco de todas as ações desenvolvidas pela divisão de hidrometria é garantir a confiabilidade das medições, macro e micromedição", destacou.

Luiz Fernando Almeida Resende Divisão Hidrometria Copasa

Após as apresentações ficou definido que a Câmara Temática terá um encontro mensal, sempre na última quinta-feira do mês, às 14h30. O próximo encontro está marcado para 26 de julho, na sede da ABES-MG. Os interessados em participar, ou indicar participantes, devem manifestar interesse pelo e-mail: cursos@abes-mgorg.br. Segundo Barral, reduzir perdas nos sistemas de água é um grande desafio, mas se nada for feito, elas só tendem a crescer.

Relatório da Reunião 001/2018