Comitês recebem apoio financeiro

Os 24 comitês de bacia hidrográfica que ainda não implementaram a cobrança pelo uso dos recursos hídricos no Estado vão receber apoio do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam). Com os recursos do Fundo de Recuperação, Proteção e Desenvolvimento Sustentável das Bacias Hidrográficas do Estado de Minas Gerais (Fhidro) estão sendo contratados, por meio da empresa pública MGS, funcionários para as atividades administrativas dos comitês. Os servidores exercerão a função de assessoramento, manterão documentos organizados, farão agendamentos, encaminhamentos e atendimento ao público. As primeiras contratações já beneficiaram o Alto São Francisco; Paraopeba; Entorno do Reservatório de Furnas; Sapucaí; São Mateus; Mucuri; Rio Mosquito/Pardo; Urucuia; Médio São Francisco; Baixo Rio Grande; Rio Araçuaí; Alto Paranaíba; Médio e Baixo Jequitinhonha. Até o início de fevereiro, os 10 comitês restantes terão os servidores incorporados. Além disso, serão destinados mais de R$ 1 milhão para um ano de contratação, e outros R$ 2,6 milhões para a estruturação física, custeio com aluguel e rotinas de manutenção. Leia mais: Comitês de bacias em Minas recebem apoio financeiro para estruturação.

Notícias