Vem aí o seminário "Os dois lados da Moeda"

A representante da ABES-MG junto ao Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Paraopeba, Aline Guerra, está participando do grupo de trabalho responsável pelo seminário “Os dois lados da Moeda – Crescimento x produção de água”.

O debate, que será realizado no dia 18 de novembro de 2016, no auditório da Cemig em Belo Horizonte, é uma parceria entre os Comitês de Bacias Hidrográficas dos Rios das Velhas e Paraopeba.

O objetivo é mostrar à sociedade e aos poderes públicos a importância dessa região limítrofe entre as Bacias Hidrográficas dos Rio Paraopeba e Velhas na produção de água e a necessidade de um projeto de revitalização para a região.

Os temas serão debatidos em quatro painéis que apresentarão o panorama dessa região de confluência entre as bacias. O Painel 1 abordará o Sinclinal Moeda: Formação e Aspectos socioambientais; o Painel 2, Expansão Metropolitana e Crescimento Econômico;o Painel 3, a Produção de Água, e o Painel 4, a Mobilização Social. Os palestrantes abordarão a ocupação desordenada, a exploração minerária da Região do Alto Rio das Velhas, em especial na Serra da Moeda, assim como a ocupação urbana sem planejamento.

 

Seminário Os dois lados da Moeda: Crescimento x Produção de Água

Local: Avenida Barbacena, 1200 Belo Horizonte

Data: 18-11-2016

Horário: 8h30 ás 18h

Programação

8h30 - 9h: Abertura

-Marcus Vinicius Polignano - Presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas

-Denis Lott - Presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Paraopeba

-Jairo José Isaac - Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad)

-Maria de Fátima Chagas Dias Coelho - Diretora Geral do IGAM

-Mauro da Fonseca Ellovitch  - Coordenador das Promotorias de Defesa do Meio Ambiente das Bacias Hidrográficas dos Rios Paraopeba e das Velhas do Ministério Público do Estado de Minas Gerais

9h - 9h30: Panorama e Regiões de Confluência

- Marcus Vinicius Polignano - Presidente do CBH Rio das Velhas

- Denis Lott - Presidente do CBH Rio Paraopeba

9h30 -10h30: Painel I :Sinclinal Moeda: Formação e Aspectos Socioambientais

-Wilfred Brandt - Diretor da Brandt Meio Ambiente e Fundação Alexander Brandt

-Zoneamento Ecológico Econômico - Semad

10h30 -12h - Painel II: Expansão Metropolitana e Crescimento Econômico no Sinclinal Moeda

Mediador: Guilherme Oliveira ( Representante da Faemg no CBH Paraopeba)

-Plano Diretor Metropolitano de Belo Horizonte - Flávia Mourão - ARMBH

-Licenciamentos Ambientais - Supram Metropolitana

-Pressões Ambientais - Heloísa Costa - UFMG

Almoço

13h30 -15h30 - Painel III:Produção de Água no Sinclinal Moeda

Mediador: Ênio Resende ( Vice presidente do CBH Velhas)

-Unidades de Conservação - Carlos José Andrade Silveira - IEF

-Aquífero Cauê e Unidade Hidrogeológicas - Paulo Pessoa - Hidrovia

-A importância do Sistema Paraopeba Velhas para o abastecimento de Belo Horizonte - Copasa

-O Sistema de abastecimento de Itabirito -  SAAE Itabirito

15h30 -17h30 Painel IV: Mobilização Social

-ONG Abrace a Serra

-ONG Veredas e Cerrado

-Movimento Gandarela

-Principais questões apontadas no Fórum das Águas - Simone Bottrel - Arca AMASERRA

 

 

 

Notícias