APA das Águas Vertentes empossa 1º Conselho Consultivo

Os membros do Conselho Consultivo da Área de Preservação Ambiental (APA) das Águas Vertentes serão empossados nesta quarta-feira (30), no Centro Cultural de Milho Verde, distrito do município de Serro, região Central de Minas Gerais. Os 35 conselheiros terão a missão de discutir os problemas e demandas socioambientais da unidade de conservação e do seu entorno.

A criação do Conselho Consultivo é estabelecida pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação (Snuc). O objetivo é a implantação de uma gestão integrada e compartilhada entre os órgãos ambientais das esferas federal, estadual e municipal responsáveis pela gestão das unidades de conservação, visando contribuir para o planejamento de ações, manutenção e gerenciamento da unidade.

Segundo o gerente da APA, Alex Luiz Amaral Oliveira, a expectativa para o evento é grande. O gerente explica que "o conselho vem consolidar e fortalecer a APA em todos os sentidos, pois as ações desenvolvidas serão discutidas levando, acima de tudo, a uma participação dos conselheiros e envolvimento dos sete municípios nas questões que se referem à APA".

Outro ponto de destaque, de acordo com Oliveira, é a participação comunitária, que vem apoiando o desenvolvimento dos projetos. "Sem dúvida a posse do conselho e a inauguração da sede da APA serão eventos marcantes e de grande importância pra unidade. Será mais uma expansão das ideias, projetos na consolidação da missão e objetivos da APA das Águas Vertentes."

Serão empossados 17 membros efetivos e 17 suplentes, além dos presidentes do conselho que, por determinação legal, são os gerentes das unidades de conservação. Compõem o grupo, além do Instituto Estadual de Florestas (IEF), que administra as unidades de conservação, representantes de prefeituras, bem como de órgãos e instituições estaduais, comunidade científica, organizações não governamentais (ONGs), universidades, sindicatos e comunidades do entorno.

Na oportunidade, também será inaugurada a sede da APA.

APA das Águas Vertentes

A APA localiza-se na região do Alto Jequitinhonha, ocupando aproximadamente 76.310 hectares, distribuídos em sete municípios: Couto de Magalhães de Minas, Diamantina, Felício dos Santos, Rio Vermelho, Santo Antônio do Itambé, Serra Azul de Minas e Serro.

A Criação da unidade de conservação se deu por meio do decreto número 39.399, de 21 de janeiro de 1998, e tem como objetivo proteger águas superficiais e subterrâneas, os solos, a fauna e flora, promover o ecoturismo, estimular e implantar programas de Educação Ambiental.

A APA encontra-se inserida nos biomas de cerrado, mata atlântica e campos rupestres, possuindo belezas únicas. O aspecto cultural é forte nas tradições mineiras e isso se evidencia dentro das comunidades dessa Unidade de Conservação.

29-3-2011