CREA-MG lança Câmara Temática de Meio Ambiente

O CREA-MG lançou, no dia 9 de junho, a Câmara Temática de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, durante o Seminário Mineiro de Reuso de Água e Efluentes. A proposta foi apresentada pelo diretor de Relações Institucionais, o engenheiro mecânico Josias Gomes Ribeiro, e pelo coordenador das Câmaras Temáticas Oswaldo Dehon.

Dentre os objetivos da Câmara estão o fomento ao debate sobre políticas públicas de meio ambiente e a construção de propostas que possam intervir na área. "Precisamos nos atentar para os problemas e avançar pensando sempre sustentabilidade", apontou Josias. Com o agravamento da situação hídrica no estado, a Câmara tem como uma de suas prioridades a discussão sobre a questão das águas e saneamento em Minas Gerais.

Segundo Dehon, o propósito da CT é resgatar a autoridade técnica dos profissionais da engenharia na área ambiental, fortalecendo e valorizando os processos ambientais como licenciamento, outorgas, monitoramento e outros. Isso vai possibilitar que além do diagnóstico surjam recomendações para a produção de boas práticas e de políticas públicas além de auxiliar na orientação técnica dos profissionais para que possam construir e executar propostas de intervenção.

As prioridades iniciais da CT são: a formação e aperfeiçoamento dos profissionais sobre regimes internacionais e legislação ambiental doméstica; discussão sobre licenciamento ambiental e outorgas no plano estadual e municipal de Minas Gerais; discussão dos aspectos gerais do setor minerário no Estado; discussão sobre a questão das águas e saneamento com destaque para os comitês de bacias.

Para este ano, estão programados workshops em diferentes localidades de Minas Gerais e um painel sobre regimes ambientais internacionais. Também serão realizados painéis técnicos, seminários, cartilha e material institucional sobre os temas prioritários. "As ações devem ser planejadas com segurança. Quando o Crea-Minas cria Câmaras como esta, ele entra para fazer a diferença", ressalta Dehon. A ideia é articular toda a cadeia de instituições profissionais envolvidos em grandes temas da engenharia mineira, como forma de construir comunidades técnicas, e apresentar exemplos de boas práticas para a sociedade. Tanto para ajudar a organizar a parte de regulação, políticas públicas e fazer com que as entidades e instituições do setor privado possam ser beneficiar dessa experiência dos profissionais da área.

15-06-2015

 

Notícias