ALMG quer ouvir Copasa sobre crise hídrica na RMBH



Debater em uma audiência pública os planos da Copasa para diminuir os efeitos da crise hídrica na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Este é o objetivo de requerimento aprovado na quinta-feira (16/4/2015) pelos deputados da Comissão Extraordinária das Águas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O pedido é do deputado João Alberto (PMDB).

 

Segundo o parlamentar, o objetivo de debate é apurar, com a direção da Copasa, as estratégias em estudo pela empresa que cuida do abastecimento de água na RMBH e, especialmente, o que está sendo feito para revitalizar o reservatório Rio Manso, responsável pelo abastecimento de 18% dos bairros de Belo Horizonte e de 28% da Região Metropolitana. Localizado nos municípios de Brumadinho, Rio Manso, Itatiaiuçu, Bonfim e Crucilândia, o nível do reservatório era de 53,5% nesta quinta-feira (16).

 

Mais preocupante ainda era o nível do reservatório Serra Azul, que também abastece a RMBH, de apenas 15,8%, enquanto no Vargem das Flores era de 38,2%. Na média, o Sistema Paraopeba acumulava nível de 39,2%, de acordo com a Copasa. “Vivemos o risco iminente de desabastecimento e, recentemente, foi cogitada a utilização do Rio Taquaraçu para reforçar as reservas. O objetivo é descobrir o efeito dessas medidas”, afirmou o deputado João Alberto. O parlamentar lembrou ainda que a situação também é preocupante em outras regiões de Minas, como o Vale do Jequitinhonha.

 

Contaminação - O vice-presidente da comissão, deputado Leandro Genaro (PSB), comentou ainda denúncia de contaminação por óleo diesel da água transportada pela canalização de abastecimento da Copasa no bairro Quarto Depósito, em Santos Dumont (Zona da Mata). O assunto deve ser debatido em breve pela comissão.

 

“O problema é muito grave, pois já teriam sido registrados diversos problemas de saúde entre a a população. Vale lembrar que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% das doenças no mundo são provocadas pelo consumo de água contaminada”, afirmou o deputado.

Notícias