Comissão das Águas vai a Paracatu, dia 28



Paracatu, no Noroeste do Estado, será a primeira cidade do interior a receber uma audiência pública da Comissão Extraordinária das Águas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A reunião acontece nesta terça-feira (28/5/13), às 13 horas, na Câmara Municipal (Praça JK, 449, Centro), e atende a requerimento dos deputados Almir Paraca (PT), Pompílio Canavez (PT), Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), Tiago Ulisses (PV), André Quintão (PT) e Zé Maia (PSDB).

 

O objetivo dos parlamentares é ouvir os 36 comitês de bacia da região e discutir questões relacionadas ao uso da água e à gestão de recursos hídricos. Ao longo do ano, a comissão vai viajar por todas as regiões do Estado para traçar um diagnóstico sobre as principais questões relativas aos demais comitês quanto à sua estrutura, seu funcionamento e dificuldades enfrentadas. Paracatu foi a primeira região contemplada do total de 12 reuniões previstas.

 

Convidados - Foram chamados para participar da reunião o prefeito e o presidente da Câmara Municipal de Paracatu, Olavo Remígio Condé e vereador Glewton de Sá Guimarães, respectivamente; o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Adriano Magalhães Chaves; a diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Marília Carvalho de Melo; o coordenador-geral do Fórum Mineiro de Comitês de Bacias Hidrográficas, Hideraldo Buch; o presidente da Companhia de Promoção Agrícola, Emiliano Pereira Botelho.

 

Também foram convidados o procurador-geral de Justiça, Carlos André Mariani Bittencourt; o comandante da Companhia de Polícia Militar de Meio Ambiente Belo Horizonte, major Valmir José Fagundes; o presidente da Copasa, Ricardo Augusto Simões Campos; o vice-presidente da Associação dos Amigos e Produtores de Água do Prata, Jueli Cardoso Jordão; o presidente do Condomínio de Irrigação Paracatu Entre-Ribeiros, Geraldo Pimentel Barbosa Filho; o presidente do Condomínio dos Irrigantes do Entre-Ribeiros em Paracatu, Luis Otávio Teixeira de Noronha; e o presidente do Movimento Verde de Paracatu, Antônio Eustáquio Vieira.

Notícias