Audiência aborda situação de ribeirinhos da Serra do Cipó

Com o objetivo de discutir denúncias de violação de direitos humanos da população ribeirinha do Rio Cipó e afluentes por iminente ameaça de serem desconsiderados como de preservação permanente, a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realiza uma audiência pública na próxima quinta-feira (4/4/13). A reunião está marcada para as 14 horas, na Igreja Santa Terezinha, distrito de Serra do Cipó, em Santana do Riacho (Região Central). O requerimento é do deputado Pompilio Canavez (PT).

Segundo o parlamentar, moradores da região, empreendedores do turismo e ambientalistas estão preocupados com a possibilidade de os rios em questão serem desqualificados como de preservação permanente. “Isso poderia comprometer não só o Rio Cipó, mas também toda a bacia do rio das Velhas, pois possibilitaria atividades mineradoras no local, por exemplo. Todos esses atores querem que seja mantida a área de preservação”, explica Pompilio Canavez.

Convidados – Foram chamados para a audiência pública o prefeito de Santana do Riacho, André Ferreira Torres; o presidente da Câmara Municipal, Neilton da Paz Marques; a promotora de de Jaboticatubas, Daniele Naconeski; o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, Rogério de Oliveira Sepúlveda; o coordenador do Projeto Manuelzão, Apolo Heringer Lisboa; e o integrante do Projeto Manuelzão, Oswaldo Machado.

 

 

Notícias