Desmatamento ilegal flagrado pelo Ibama

Ao realizar sobrevoos para detectar garimpos de pedras semipreciosas operando sem licença do órgão ambiental estadual, os agentes ambientais do Ibama em Santa Maria/RS, acabaram flagrando diversas porções do bioma Mata Atlântica gaúcho, sendo desmatados a corte raso em áreas convertidas diretamente em lavouras de fumo.


Nas três propriedades vistoriadas no município de Segredo, foram confirmados desmatamentos de aproximadamente oito hectares atingindo matas nativas primárias. O Ibama apreendeu um trator e 732 metros cúbicos de lenha nativa, prontos para uso em estufas de secagem de fumo, aplicou multas no total de R$ 168 mil, além de embargar as áreas desmatadas.


O escritório regional do Ibama em Santa Maria/RS, vem desenvolvendo a operação Pedra Legal na região central do estado, área do bioma Mata Atlântica, na Serra Geral. Foram constatadas atividades irregulares em 18 municípios, que estarão sendo vistoriados. O Ibama foi acionado pelo Ministério Público Estadual em Cruz Alta/RS e as vistorias deverão continuar na região por tempo indeterminado.


O superintendente do Ibama no Rio Grande do Sul, João pessoa Riograndense, considera que "a atividade de cultivo do fumo é importante para a região e pode ser desenvolvida de forma sustentável utilizando as áreas já convertidas sem precisar avançar nos remanescentes de Mata Atlântica".

Abes-MG - Assessoria de Comunicação, com Ibama