Cambuquira e Caxambu, águas oficiais do Madrid Fusión 2013

As marcas Cambuquira e Caxambu, duas das mais importantes águas minerais de Minas Gerais e do Brasil, serão as águas oficiais do Madrid Fusión, o mais importante evento da gastronomia mundial, que reunirá chefs e jornalistas especializados do mundo inteiro na capital espanhola entre 21 e 23 de janeiro de 2013.

Em sua 11ª edição, o Madrid Fusión terá como tema a culinária de Minas Gerais, que representará o Brasil no evento, com o apoio do Governo do Estado e das federações estaduais da Indústria, do Comércio e da Agricultura e Pecuária, além do Sebrae-MG.

O café, o queijo e a cachaça são os produtos escolhidos para representar as culinárias mineira e brasileira no evento. A Cambuquira e a Caxambu – águas oficiais do Madrid Fusión 2013 – são provenientes de fontes localizadas na região das Águas da Mantiqueira. Brotam depois de percorrer um caminho subterrâneo que dura, em média, 300 anos. Durante este período de maturação natural, cada uma das águas adquire características sem similar na natureza. Assim, passam a oferecer sabor e benefícios também diversos para a saúde. “São águas naturalmente lembradas em qualquer relação das melhores águas minerais naturais do mundo”, afirma Eduardo Raso, superintendente executivo da Águas Minerais de Minas.

Do segmento premium e com produção limitada, a água Cambuquira é processada pela natureza por cerca de 150 a 200 anos até chegar à fonte para ser engarrafada. É ideal para harmonizar com pratos e vinhos sofisticados, sobremesas, chás e cafés. A fábrica de envasamento recebeu investimentos de R$ 3 milhões para voltar ao mercado a partir de setembro de 2011. As instalações foram totalmente reformuladas e foram adquiridos equipamentos de última geração que a transformaram em uma das mais avançadas e sofisticadas do Brasil. É vendida nos mercados de Bahia, Brasília, Goiânia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Já a água Caxambu é considerada uma água gourmet por excelência devido à sua capacidade natural de ampliar a sensibilidade ao gosto, auxiliando na percepção dos sabores de pratos e vinhos. É, portanto, o tipo de produto ideal para uso durante as refeições e para o preparo de receitas especiais e refinadas.

Existe nas versões com ou sem gás e brota do solo mineiro depois de percorrer um caminho subterrâneo por cerca de 500 anos. É comercializada nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal.

O mercado de águas envasadas é um dos que mais cresce em termos de negócios em todo o mundo e representa, hoje, cerca de US$ 50 bilhões em vendas anuais. A expectativa, mantidos os atuais níveis de crescimento, é de que em poucos anos este mercado seja maior do que o de refrigerantes.

No Brasil, o mercado vem crescendo a taxas anuais de 10% e o país já é o sexto maior produtor mundial de água envasada. O consumo médio brasileiro é de 30 litros/ano por habitante.

Aclamado como o “Oscar da gastronomia”, o Madrid Fusión atrai jornalistas internacionais e os melhores chefs do mundo. O evento reúne a cúpula internacional da gastronomia de alto nível, quando são apresentadas as últimas inovações e, por isso, é considerado o mais importante do setor.

Realizado anualmente, o Madrid Fusión teve a sua primeira edição em 2002. Na 11ª edição, Minas Gerais representará o Brasil com sua culinária. É a primeira vez que um estado representa um país no evento. Nas outras edições, os temas foram culinárias de países como Peru, Austrália, Coreia do Sul, Singapura e México.

Os detalhes da participação mineira foram acertados durante a visita dos organizadores do Madrid Fusión a Minas Gerais, no início de setembro, durante a realização do 15º Festival de Gastronomia de Tiradentes. “A presença das águas Cambuquira e Caxambu neste importante evento da gastronomia mundial irá reforçar as duas marcas entre as mais nobres do mundo”, afirma Eduardo Raso, superintendente executivo da Águas Minerais de Minas, chamando a atenção para o produto aqui também no Brasil.

Dentro da estratégia de comercialização das águas, os chefs de cozinha e a imprensa especializada são decisivos, uma vez que um dos pontos mais importantes de venda são justamente restaurantes e os chamados espaços gourmet. Estas águas já tiveram grande reconhecimento internacional no passado e agora estão ressurgindo neste universo de entendidos. Hoje há inclusive especialistas em sabor dedicados ao consumo e à experimentação das águas, analisando seu sabor e harmonização, como bebidas raras e únicas.

Notícias