Acontece hoje

Você está convidado a participar da Audiência Pública, a ser realizada, hoje, dia 08 de junho de 2011, quarta-feira, às 13:00h, no COMAM - Conselho Municipal de Meio Ambiente - para aprovação da Destruição da Mata do Planalto, para construção de 16 prédios de 15 andares com 760 apartamentos de luxo, isso só na "1ª fase do projeto".

Está aí um grande desafio: comparecemos todos lá nessa Audiência Pública do COMAM - Av. Afonso Pena, nº 4000, 19º andar, para protestar e dizer NÃO a essa absurda Licença Prévia, para a Construtora Rossi Emprendimentos.

É muito importante, que todos tomem conhecimento e compareçam em massa, para que essa pauta seja novamente adiada ou que, se votada, seja rejeitada pelo COMAM. O Ministério Público já expediu RECOMENDAÇÃO ao COMAM e ao prefeito Márcio Lacerda alertando que não seja concedido o licenciamento ambiental. Os princípios constitucionais da precaução e da cautela devem ser respeitados nesse caso.

Os transtornos, os prejuízos e a desvalorização dos imóveis serão conseqüências iniciais e outras virão, com certeza.

O Ministério Público, através do oficio 702/PJMA/11, de 10 de março de 2011, enviou ao Sr. Prefeito da Capital e ao Presidente do COMAM uma RECOMENDAÇÃO contendo 16 páginas contra a destruição da Mata do Planalto.

O Grupo GESTA/UFMG elaborou um parecer sobre o EIA-RIMA mostrando que a devastação ambiental e consequências sociais dramáticas acontecerão caso a Mata do Planalto seja devastada.

Haverá onibus especial saindo às 12h da Avenida Christiano Guimarães (Shopping Planalto, no Bairro Planalto). Em frente à drogaria Araújo. Valor: Aproximadamente 10 reais


CONTATOS:

Magali: (31) 9671-6406 / (31) 3495-1271

ACPAD: (31) 3055-3084 / (31) 8857-9949,

Capitão Firmino, tel.: 031 3411-1822

Frei Gilvander Moreira: (31) 9296 3040.

ORGANIZAÇÃO:

ACPAD - Associação Comunitária do Planalto e Adjacências

AMACOR - Associação dos Moradores e amigos do Coração Eucarístico

ANDEMAS - Associação Nacional de Defesa do Meio Ambiente Sustentável

Associação do Bairro Vila Clóris

Conheça mais sobre a Mata do Planalto, acesse os endereços eletrônicos abaixo:

www.matadoplanalto.blogspot.com - http://twitter.com/matadoplanalto

www.salvematadoplanalto.nafoto.net - www.google.com (digite Mata do Planalto)

 

MATA DO PLANALTO, um oásis ameaçado de extinção

Frei Gilvander Moreira


Conhecida como "Mata do Maciel", a Mata do Planalto, situada no bairro do Planalto, em Belo Horizonte, MG, tem cerca de 300 mil m² (equivalente a 30 campos de futebol, ou seja, 30 hectares ). Trata-se da última área verde da região norte de Belo Horizonte; está ameaçada de extinção. Dentro da Mata do Planalto e ao seu redor o clima fresco predomina em diâmetro de vários quilômetros. Quem caminha rumo à Mata sente a mudança do clima. Quanto mais perto da mata mais fresco fica o clima. Quanto mais distante mais calor. Sinal de que a devastação da mata alterará sobremaneira o clima na região e em Belo Horizonte.

A Construtora Rossi pretende edificar 16 prédios com 15 andares cada; 760 unidades residenciais (de 2 e 3 quartos ); 1.016 vagas de estacionamento e 115.140,96m² de área. Isso no primeiro projeto. É claro que após a construção dos 760 apartamentos, outros projetos serão apresentados para a construção sobre o que restar da Mata. Se licenciada, a construção durará quatro anos e deve causar um aumento de aproximadamente quatro mil pessoas da população local. Infernal tráfico de caminhões, devastação ambiental, poluição e muitos conflitos sociais.

Como um pequeno Davi, a Mata do Planalto resiste há décadas à fúria das construtoras e do capital. Como mandacaru, lá ainda 20 nascentes resistem, entre as quais a que dá origem ao Córrego Bacuraus, que deságua no Ribeirão Isidoro, que cai no Rio das Velhas, bacia do rio São Francisco. O biólogo Iury Valente Debien, após estudar a biótica da Mata do Planalto, atesta que é um dos últimos fragmentos urbanos de mata nativa da capital mineira. "Sua destruição vai gerar modificações ambientais e acelerar mudanças climáticas. É imprescindível para Belo Horizonte manter e valorizar esse patrimônio incluído no Vetor Norte", defende o biólogo, lembrando que a Mata é habitat de um grande número de pássaros, répteis, anfíbios e mamíferos. No mapeamento que fez, o biólogo Iury identificou 20 nascentes na área. Certamente há muitas nascentes. "Se a Prefeitura autorizar a obra, estará sendo cúmplice de um crime ambiental, que afetará não só a qualidade de vida dos moradores do bairro, mas também a de toda a cidade".

Davi venceu Golias, porque conheceu muito bem a si mesmo e o inimigo. Quem é a Construtora Rossi? Na audiência pública, um diretor da empresa disse, querendo tranqüilizar o povo do bairro Planalto, que "não iria trazer para o bairro um empreendimento estraga bairro" O que queria dizer é que os apartamentos seriam acima de 300 mil reais e, por isso, inacessíveis aos pobres. Como um grande Golias, a construtora Rossi está presente em 17 estados brasileiros, em 78 cidades e planeja expandir para 120 localidades até o final de 2011. Em Minas, está presente em Belo Horizonte, Betim, Juiz de Fora e Uberlândia e Nova Lima. No segundo trimestre de 2010, o lucro líquido da Construtora Rossi mais do que dobrou e alcançou 109 milhões de reais, crescimento de 114% em relação ao segundo trimestre de 2009[2]. Ao lado da grande construtora Direcional, a poderosa Rossi já prepara projetos para a região do bairro Isidoro, imensa área na vizinhança da Cidade Administrativa de Minas, que é considerada a nova fronteira da expansão imobiliária da capital mineira, com potencial para a construção de mais de 70 mil unidades residenciais.
Na construção do Residencial Bothanique, em Nova Lima , MG, a Construtora Rossi foi condenada pelo Ministério Público a pagar hum milhão de reais de multa, porque os esgotos de seus funcionários estavam sendo lançados sobre uma nascente. Mentiu também ao tentar enganar a administração pública construindo acima do permitido legalmente. Mas o povo novalimense se rebelou e exige a demolição do excedente de construção.

Enfim, a Construtora Rossi é um Golias, que serve ao ídolo capital. Mas a luz e a força divina presentes na biodiversidade da Mata do Planalto, no povo dos bairros circunvizinhos e em tantas pessoas de boa vontade irão impedir que a Rossi roce a Mata.

Em tempo, a Construtora Rossi contratou outra empresa que está fazendo propaganda enganosa tentando seduzir o povo da região metropolitana de Belo Horizonte. Funcionários de uma empresa chamada "Rede de Mobilização Social" estão telefonando para todas as famílias da região metropolitana tentando convencer o povo de que o absurdo, que é devastar a Mata do Planalto, possa ser algo tolerável.

8-6-2011