ÍNDICE DE SANEAMENTO

A assessora de projetos e qualidade da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento Básico de Minas Gerais (ARISB-MG), Cíntia Vilarinho, foi a convidada da Câmara Temática de Regulação e Tarifa da ABES, para palestrar nesta terça-feira, 20 de agosto, no webinar “Índice de Saneamento: criação de um índice de preços próprio para o setor”. (Clique aqui para assistir à vídeo-aula).

Cíntia, que teve seu trabalho técnico premiado como o melhor do Congresso da ABES 2019, apresentou uma metodologia que proporciona cálculos de reajuste mais fidedignos com a realidade da prestação de serviços de saneamento.

 

Cintia Vilarinho Assessora de projetos e qualidade dos serviços da ARISB-MG

Para Daniel Narzetti, diretor da Agência Intermunicipal de Regulação (AGIR), a apresentação de propostas para criar um Índice de Preço para o Setor Saneamento traz maior segurança e robustez para o mecanismo de recomposição do poder compra deteriorado pelo aumento de preço dos insumos de produção. “A apresentação da reguladora Cíntia nos trouxe um modelo paramétrico composto pela participação dos insumos de produção e uma cesta de índices de preços. O Índice de Preço Paramétrico tende a reajustar a tarifa mais próximo da deterioração inflacionária ocorrida, assegurando ao prestador de serviço sua capacidade de poder de compra e aos utilizadores, índices de preços relacionados ao setor”, ressalta. “O debate sobre um Índice de Preço para o Setor Saneamento está aberto e se mostra mais uma importante ferramenta para o saneamento, sendo possível trabalhar com índices locais, estaduais e nacional, de forma que a participação da ABES nesse processo contribui com o amplo debate e tende a fortalecer a criação de um Índice de Preço para o Setor Saneamento”.

Alinhada às temáticas pertinentes à universalização da regulação, a Câmara Temática de Regulação e Tarifa da ABES lançará, nos próximos dias, seu calendário de palestras online para o segundo semestre de 2019, sobre “Segurança hídrica e regulação”.

 

Notícias