Servidores Públicos do Meio Ambiente iniciam hoje (20) greve por tempo indeterminado



O Sindicato dos Servidores Públicos do Meio Ambiente no Estado de Minas Gerais (SindSema) e a Associação Sindical dos Servidores Estaduais do Meio Ambiente (Assema), informou hoje (20), através de comunicado oficial, que os servidores do Sistema Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais (Sisema) estão iniciando greve por tempo indeterminado. Os servidores justificam o início do movimento principalmente pela falta de resposta do Governo do Estado à proposta de Plano de Carreira, apresentada em outubro de 2015, que tem como foco o reconhecimento e a valorização da classe por meio da revisão do plano de carreira atual.

 

Aderem ao movimento servidores públicos dos cargos de Gestor Ambiental, Analista Ambiental, Técnico Ambiental e Auxiliar Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Instituto Estado de Florestal (IEF), Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), e Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam).

 

Além do Plano de carreira e alteração dos critérios de promoção e progressão, os servidores também reivindicam a retirada dos 50% restantes do fator redutor; mais investimentos no Sisema; e fim dos atrasos e parcelamento dos salários dos servidores.

Adriano Tostes, presidente do SindSema e da Assema, explica que é uma greve geral, mas respeitando os 30% permitidos por Lei. Ele afirma que, além da pauta salarial, os servidores também questionam a falta de investimento no Sisema.

 

"Não é apenas uma pauta salarial, mas, neste caso, a questão salarial implica na valorização do servidor, mais investimento e contratação de mais mão de obra para suprir a demanda criada pelo próprio Estado.", explica.

23-5-2016