Prefeituras de Minas adotam conteúdo sobre preservação ambiental nas atividades escolares



Professores da rede municipal de ensino de vários municípios mineiros estão sendo preparados por uma equipe do Ministério Público como multiplicadores de conhecimento sobre preservação ambiental. O projeto Plantando Educação, Colhendo Cidadania: circuito Jequitinhonha e Mucuri chega nesta terça-feira a Águas Formosas, no Vale do Mucuri. Na sexta-feira, a equipe técnica esteve em Jequitinhonha, no Vale do Jequitinhonha, onde o encontro teve participação de professores de Felisburgo, Porto dos Volantes e Monte Formoso. Nesta quarta, será a vez de Teófilo Otoni e, na sexta-feira, em Capelinha, as duas cidades também do Vale do Mucuri.

 

O projeto foi lançado em 15 de abril, em Diamantina, Alto Jequitinhonha, pela Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça de Meio Ambiente das Bacias dos Rios Jequitinhonha e Mucuri, e executado pela organização não governamental Biotrópicos. O objetivo é capacitar professores municipais dos vales do Jequitinhonha e Mucuri em educação ambiental, especialmente em temáticas e práticas relacionadas às degradações ambientais mais recorrentes na região.

 

O Ministério Público assinou termos de compromisso com os municípios para inclusão do conteúdo ambiental nas atividades escolares. “Após a elaboração de material pedagógico, uma equipe técnica está percorrendo nove cidades-pólo, realizando oficinas com os educadores”, informou o coordenador regional de Meio Ambiente, promotor de Justiça Felipe Faria de Oliveira, A meta é visitar 58 municípios e atingir 11 mil alunos. Para o representante do Ministério Público, a escolha do público-alvo levou em consideração o fato de crianças e adolescentes serem multiplicadores de boas práticas ambientais, além de contribuírem para alterar a percepção ambiental na região, cujos índices de degradação do meio ambiente são elevados. (Com informações do MPMG).

5-5-2016