Estudo aponta que agricultura orgânica é capaz de satisfazer necessidades mundiais independente de mudanças climáticas



Os autores de um estudo desenvolvido na Universidade Estadual de Washington, EUA, garantem que a agricultura orgânica é capaz de satisfazer todas as necessidades alimentares do mundo, independente das mudanças climáticas.

 

Liderado pelo professor de Ciência do Solo e Agroecologia, John Regalnold, junto com o doutorando Jonathan Wather, o relatório Agricultura Orgânica para o Século 21 contou com análises detalhadas de outras centenas de estudos acadêmicos sobre o tema. A proposta era examinar a eficiência da agricultura ecológica baseada nos pilares da sustentabilidade: econômico, social e ambiental.

 

Para os especialistas, a solução para a agricultura seria mesclar métodos orgânicos com tecnologias modernas usadas nos plantios tradicionais. Alguns dos pontos enfatizados são rotação de culturas, gestão natural de pragas, diversificação agrícola e pecuária, melhoras na condição do solo a partir de uso de compostagem, adubação verde e animais.

 

Em termos econômicos, contudo, o estudo deixa claro que, apesar de ser rentável, o cultivo orgânico proporciona lucros menores do que os tradicionais. Em compensação, o ganho ambiental, social e na própria saúde da população é enorme. As evidências apontam para o fato de que os sistemas agrícolas orgânicos garantem maior benefício social, o que resulta em um planeta mais saudável.

 

 

Com informações do CicloVivo

21-03-2016