CCR Alto realiza reunião em Belo Horizonte



A Câmara Consultiva Regional do Alto São Francisco – CCR Alto realizou, no dia 1º de março, em Belo Horizonte (MG), a sua primeira reunião de 2016. No encontro, os membros da Câmara discutiram o Plano de Aplicação Plurianual 2016-2018, os projetos hidroambientais do Comitê na região e o papel do CBHSF diante da situação da ocupação do território do Alto São Francisco por barragens de rejeitos de mineração.

 

“Tem que se mudar o método de exposição de rejeitos de forma a não expor tanto as comunidades”, disse Ronald Guerra, integrante da CCR, lembrando que na XXVIII Plenária Ordinária do Comitê, ocorrida em dezembro na capital baiana, foi apresentada uma moção de solidariedade à população da cidade mineira de Mariana atingida pelo rompimento da barragem de responsabilidade da empresa Samarco. Na moção, o CBHSF manifesta sua solidariedade ao Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Doce e lamenta as perdas humanas, patrimoniais e ambientais.

 

Como encaminhamento, a CCR decidiu fazer um seminário para discutir sobre as barragens de rejeitos, em data e local a serem brevemente definidos. O vice-presidente do CBHSF, Wagner Soares, que participou da reunião, disse que o presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, tem se articulado para garantir uma boa gestão de bacias hidrográficas e o dialogo entre comitês. Miranda já se comprometeu em acompanhar o caso de Mariana e cobrar soluções.

 

Os diretores da agência delegatária do Comitê, a AGB Peixe Vivo, Celia Fróes, Ana Cristina da Silveira e Alberto Simon também participaram da reunião e ressaltaram a aprovação pela Agência Nacional de Águas (ANA) do relatório de desempenho das atividades institucionais da AGB em atendimento do Comitê, no ano de 2015.

 

ASCOM – Assessoria de Comunicação do CBHSF