Abastecimento de água e saneamento serão tema de audiência



Com o objetivo de debater a situação atual e as perspectivas do abastecimento de água na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável promove audiência pública nesta quarta-feira (2/3/16), às 10h30, no Plenarinho I da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Também no evento, serão discutidas as intervenções em saneamento básico em Esmeraldas (RMBH).

 

Autora do requerimento para a audiência pública, a deputada Marília Campos (PT) acrescenta que chamou para o debate a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), que é a responsável pelo abastecimento de água e também pelo saneamento da Região Metropolitana da Capital. “Queremos discutir com a Copasa a situação do saneamento na Grande BH porque sabemos que essa, infelizmente, ainda é uma grande demanda das cidades que estão no entorno da nossa Capital”.

 

Em relação à escolha de Esmeraldas como centro das discussões, a deputada afirma que fez o recorte dessa cidade “porque lá talvez esteja a situação mais dramática no quesito saneamento”. Segundo ela, menos de 20% da população do município conta com os serviços de coleta de esgoto. Quanto ao abastecimento, vários bairros sofrem com a falta d'água ou com cortes constantes no fornecimento. “Essa situação precisa mudar. No ano passado, nos reunimos com a Copasa com o intuito de começar a resolver esses problemas e agora queremos saber o que foi feito”, concluiu.

 

Convidados - Foram convidados o prefeito de Esmeraldas, Glacialdo de Souza Ferreira; o vereador de Esmeraldas Ronaldo Alves de Oliveira Brandão; a diretora-presidente da Copara, Sinara Inácio Meireles Chenna; o diretor de operação metropolitana da Copasa, Rômulo Thomaz Perilli; e o conselheiro da APA Vargem das Flores e presidente da Associação do Bairro Ouro Branco, Mario Guimarães Filho.

29-02-2016