MPMG recomenda que Igam informe situação da água no rio Doce



O Instituto Mineiro de Gestão de Águas (Igam) vai apresentar nesta sexta-feira (20) um relatório atualizado com informações atualizadas sobre a situação da água do rio Doce. O documento será enviado à imprensa após recomendação do Ministério Público de Minas Gerais.

 

O rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, no último dia 5, fez com que uma lama com rejeitos de minério descesse pelo rio Doce e afetasse diversas cidades. Boletim divulgado nessa quarta-feira (18) pelo Serviço Geológico do Brasil, a previsão é que a água com elevada turbidez (lama) chegue nesta quinta-feira (19) à Colatina, no Espirito Santo.

 

Conforme o Serviço Geológico, após a passagem da água por Colatina há uma a mudança de declividade no trecho até Linhares (ES), o que deverá reduzir a velocidade do escoamento e poderá ocorrer maior deposição dos sólidos em suspensão. Há também efeito de maré nesta região.

 

A nova previsão será divulgada com dados coletados em campo e o tempo de chegada até Linhares poderá ser alterado.

20-11-2015