Consulta pública reuniu quase 100 pessoas em Divinópolis



Com um expressivo número de participantes, cerca de 100 pessoas, ocorreu no dia 29 de outubro, na cidade mineira de Divinópolis, a segunda consulta pública da segunda fase de encontros que integram o processo de atualização do Plano Decenal de Recursos da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (2016-2025). O evento foi coordenado pelo engenheiro Emiliano Santiago, da empresa Nemus Consultoria, e contou com a presença do especialista em Geoprocessamento da Agência Nacional de Águas, Gonzalo Álvaro Fernandez, do prefeito da cidade de Divinópolis, Vladimir Azevedo, e da diretora geral da agência delegatária do Comitê, AGB Peixe Vivo, Célia Fróes.

 

De acordo com informações apresentadas pela Nemus, responsável pela atualização do Plano, a vazão média da bacia hidrográfica do rio São Francisco passou de cerca de 2.850 m³/s para 2.768,7 m³/s (em 2015), revelando queda na disponibilidade hídrica, o que contrasta com o aumento da demanda que passou a existir considerando o acentuado aumento populacional em toda a bacia: se no ano 2000 eram cerca 12 milhões de pessoas, agora são mais de 14 milhões de pessoas.

 

O prefeito Vladimir Azevedo agradeceu ao CBHSF pela atuação e iniciativa e enfatizou que a consulta pública, que reuniu vários segmentos, foi um “momento rico, no sentido do envolvimento dos cidadãos, para o aprimoramento de um documento tão importante para que todos nós possamos remar para o mesmo lado, o de melhorias para o rio”. Ainda durante o encontro, que foi mediado por Regina Greco, membro do CBHSF e presidente do Comitê da Bacia do Rio Pará, foram debatidas diversas situações que preocupam os usuários do rio, como a polêmica transposição das águas do São Francisco, o uso intensivo do solo, a “ineficiência” do sistema de cadastro de outorgas.

Com a fala, o prefeito Vladimir Azevedo.

 

Com a fala, o prefeito Vladimir Azevedo.

 

O encontro fez parte de uma série de quatro consultas públicas, uma em cada região fisiográfica da bacia do Velho Chico, nos meses de outubro e novembro. Depois de Pão de Açúcar, Alagoas (Baixo São Francisco) e Divinópolis, Minas Gerais (Alto), estão previstas consultas em Barra (BA), no dia 5 de novembro, e em Rodelas (BA), no dia 11 de novembro.

05-11-2015