Controle e Redução de Perdas nos Sistemas Públicos de Abastecimento de Água



A ABES volta ao tema "Perdas em Sistemas de Abastecimento de Água", reconhecendo a importância e o significado que o mesmo tem na gestão operacional e na sustentabilidade das operadoras dos serviços de água no Brasil.

 

 

Como nas outras oportunidades, este documento pretende incorporar os conhecimentos consagrados atuais e outros mais recentes, já que as discussões e descobrimentos nessa área ainda estão acontecendo no mundo, e submetê-los ao escrutínio do meio técnico nacional, não para se tornar uma verdade absoluta, mas para compor um referencial a partir do qual outros desenvolvimentos e desdobramentos irão se apoiar em um futuro próximo.

 

 

 

O momento também é mais do que oportuno para reavivar as discussões: os fenômenos climáticos que levaram importantes partes do Brasil a sofrer severa estiagem, ainda em curso, recomendam reflexões e troca de experiências entre os atores gerenciais e técnicos do setor, tanto públicos quanto privados, na busca de soluções sustentáveis para a gestão contínua dos operadores em favor da eficiência empresarial, em que uma das variáveis mais importantes é a redução e controle das perdas nos sistemas de água.

A ABES, cumprindo o seu histórico papel no setor de saneamento, entende que, apesar das recentes mudanças ocorridas no setor e os esforços que resultaram em alguns bons resultados de combate às perdas, o Brasil ainda se mantém em um nível abaixo do esperado em vista dos investimentos realizados e da competência técnica existente. Há muito que avançar ainda para a obtenção de índices de perdas que possam ser considerados razoáveis.

O texto-base foi redigido pelo Engº Jairo Tardelli Filho, sócio e colaborador da ABES; o documento final contou com valiosas contribuições oriundas do 1º Seminário Nacional de Gestão e Controle de Perdas de Água, organizado pela ABES-RS (Porto Alegre, 13 e 14/07/2015), e com a colaboração dos engenheiros Álvaro José Menezes da Costa, Mário Augusto Bággio e Ricardo Röver Machado.