Emater promove 1º Encontro de Agroecologia do Sudoeste mineiro

A Emater-MG, empresa vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), e o Instituto Social, Educacional e de Pesquisa de Minas Gerais (Isepem) promovem, nesta quarta-feira (30), o 1º Encontro de Agroecologia do Sudoeste de Minas. O evento, que será realizado no município de Passos, no Centro Regional de Pesquisa e Educação Ambiental (Crepea), tem como objetivo divulgar os benefícios da agroecologia. Participam do encontro, o diretor Técnico da Emater, José Rogério Lara, e pesquisadores da Embrapa Milho e Sorgo.

A primeira palestra abordará a agroecologia e a produção sustentável de alimentos. O tema será ministrado pelo coordenador técnico estadual de Agroecologia da Emater-MG, Fernando Tinoco. Em seguida, o pesquisador da Embrapa, Walter Mastrangolo, falará sobre adubação verde.

Sistemas alternativos de produção de milho será a temática abordada pelo pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, José Aloísio Moreira. Logo após, o pesquisador Ivan Cruz ministra palestra sobre o controle biológico em sistemas agroecológicos.

Também serão oferecidas atividades práticas orientadas pelos pesquisadores. Serão apresentadas ações específicas para o controle biológico, adubação verde, biofertilizantes líquidos e sólidos, caldas alternativas e montagem de estufa econômica para a produção de mudas.

Segundo o gerente regional da Emater-MG em Passos, Edson Gazeta, a agroecologia promove o desenvolvimento local, considerando aspectos culturais, resgatando e respeitando saberes, conhecimentos e valores dos diferentes grupos sociais. "O cuidado com o meio ambiente, preservando os recursos naturais ao longo do tempo, com a manutenção ou ampliação da biodiversidade, melhorando a reciclagem de materiais e energia também são considerados dentro dos agroecossistemas", explica Edson Gazeta.

Outra característica desse sistema, segundo a coordenadora regional de Meio Ambiente, Alice Soares, é a questão cultural. "Nós procuramos trabalhar o fortalecimento de formas associativas e de ações coletivas, promovendo a participação efetiva e estimulando a autogestão dos produtores, contribuindo para a obtenção de resultados econômicos e sempre observando o ponto de equilíbrio entre a produção e preservação da base de recursos naturais", diz a coordenadora.

Para o presidente do Isepem, Davi de Oliveira, o que se busca por meio da agroecologia é a construção de agriculturas sustentáveis, isto é, capazes de preservar a base de recursos naturais necessária para o bem das atuais e futuras gerações. "Os sistemas agroecológicos estão entre as principais práticas que o Crepea divulga na região. Assim, este encontro solidifica nossas intenções", conclui.

Mais informações e inscrições pelo telefone (35)3522-1166.