ABNT lança selo ecológico para eletroeletrônicos



Os eletroeletrônicos terão mais um critério de avaliação: o selo ecológico Colibri. A certificação, apresentada na última segunda-feira (6) pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), garante que os produtos oferecem menor impacto ao meio ambiente, tanto com relação a substâncias tóxicas quanto ao consumo de energia, desde a matéria prima utilizada até o descarte final. Para serem aprovados, são realizados diversos testes e auditorias nas instalações dos fabricantes, de acordo com padrões internacionais.

 

A certificação é inédita no país e pioneira em toda a América Latina. "Estamos novamente dando mais um grande passo na contribuição da preservação do meio ambiente e na luta por um mundo mais sustentável. Com base em estudos nacionais e internacionais identificamos o constante crescimento deste setor e a necessidade de termos um selo ecológico para esses produtos", afirma Antonio Carlos Barros de Oliveira, diretor adjunto de certificação da ABNT.

 

Segundo dados do Ibope de 2013, 70% da população brasileira pagaria mais caro para adquirir itens que não causem grandes impactos na natureza. "O consumidor está cada vez mais atento e consciente ecologicamente na hora da compra. Ao comprar um produto com o selo ecológico ele terá a certeza que estará adquirindo algo não só ecologicamente responsável como também dentro dos padrões da ABNT, garantindo maior segurança", diz o gerente de certificações de sistemas da ABNT, Guy Ladvocat.

 

A Samsung é a primeira empresa do setor a obter o certificado no Brasil. Entre os produtos da marca que obtiveram o selo Colibri estão smartphones, tablets e impressoras. "A Samsung é uma empresa ambientalmente responsável e esse selo é extremamente importante para nós por ser a primeira certificação desse tipo no Brasil", pontua Mario Laffitte, vice presidente de Marketing e Assuntos Corporativos da Samsung no Brasil.

 

 

Com informações do Ecodesenvolvimento

15-07-2015