Rio São Francisco é tema de discussão em audiência pública



 

 

O Rio São Francisco, que atravessa cinco Estados das regiões Sudeste e Nordeste do País, será tema de audiência pública da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na quarta-feira (27/5/15). Solicitado pelo deputado Gil Pereira (PP), presidente da comissão, o evento tem como objetivo discutir as ações de transposição e revitalização do rio. A reunião começa às 10 horas, no Teatro.

 

O Rio São Francisco tem sua nascente na Serra da Canastra, no Centro-Oeste de Minas, e percorre 2.700 quilômetros até sua foz no Oceano Atlântico, entre Alagoas e Sergipe. Também chamado de rio da integração nacional ou simplesmente "Velho Chico", o São Francisco sofre com a degradação ambiental, como alerta o deputado Gil Pereira. “Basta verificar em informes históricos e geográficos o triste exemplo de similaridade com o Rio Amarelo, na China. Peixes de água salgada já estão sendo pescados no São Francisco”, adverte o parlamentar.

 

O deputado Gil Pereira lembra que a Comissão Interestadual Parlamentar de Estudos para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (Cipe São Francisco) defende a revitalização do rio como prioridade desde 2005. "Ao contrário do que era a tendência à época, conseguimos que o projeto aprovado contemplasse também intervenções para a revitalização. A cada R$ 1,00 investido nas obras de transposição, R$ 2,00 devem ser aplicados em ações para revitalizar o rio”, informa.

 

Entre os convidados a participar da audiência pública, está o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Formado em engenharia civil e autor de obras que abordam temas como o São Francisco e a matriz energética brasileira, o sergipano ministrará palestra sobre a importância do rio durante a reunião.

 

Convidados - Além do prefeito de Aracaju, foram convidados para a reunião o ministro da Integração Nacional, Gilberto Magalhães Occhi; os deputados federais Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) e Rômulo Gouveia (PSD-PB); a diretora geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Maria de Fátima Chagas Dias Coelho; os presidentes da Cemig, Mauro Borges; e da Copasa, Sinara Inácio Meireles Chenna; o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Júnior; o presidente da Fundação Rural Mineira (Ruralminas), Luiz Afonso Vaz de Oliveira; o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais (ACMinas), Lindolfo Coelho Paoliello; o presidente da Codevasf, Elmo Vaz Bastos de Matos; o vice-presidente do Instituto Terra, Sebastião Salgado; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), Roberto Simões; e o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Anivaldo de Miranda Pinto.

25-05-2015