Aplicativo permite economia de água na agricultura



Uma alternativa para o homem do campo economizar água e energia elétrica. É o Agrosmart, aplicativo que garante maior eficiência da irrigação na agricultura. O dispositivo, criado por Mariana Vasconcelos, foi premiado com o Graduate Studies Program da Singularity University, que funciona em um centro de pesquisa da Nasa no Vale do Silício, na Califórnia (EUA). Ele foi apresentado aos deputados da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta quarta-feira (20/5/15).

 

“Eu cresci em meio aos agricultores. Era sempre uma preocupação toda vez que viajávamos e não sabíamos se iria chover e quem poderia irrigar nossa plantação”, explicou a jovem de 23 anos nascida em Itajubá (Sul de Minas). Ela foi selecionada entre mais de 500 pessoas para representar o Brasil como bolsista do programa de imersão Call to Innovation nos Estados Unidos, juntamente com pessoas de outros 18 países.

 

O Agrosmart utiliza um sistema de sensores que conectam o agricultor diretamente às plantações, indicando a quantidade de água necessária para a atividade agrícola. Além disso, os sensores avaliam a umidade do solo e a ocorrência de pragas, entre outros parâmetros. Os dados são interpretados pelo aplicativo, que indica ao agricultor os intervalos de irrigação e outras variáveis em tempo real. Assim, a economia de água pode chegar a 60%.

 

Além da economia de água e de energia, o aplicativo “inteligente” aumenta a produtividade da agricultura irrigada, pois com o melhor controle da irrigação, evita-se o excesso de água e a consequente perda de nutrientes da plantação. O agricultor pode acessar o site da Agrosmart e responder à enquete sobre detalhes da plantação para que a plataforma o guie.

Mariana Vasconcelos foi selecionada entre mais de 500 pessoas para representar o Brasil em programa nos EUA Mariana Vasconcelos foi selecionada entre mais de 500 pessoas para representar o Brasil em programa nos EUA - Foto: Raíla Melo

 

Mariana Vasconcelos destacou também que está com um projeto de pesquisa para mapear as pequenas e médias bacias hidrogáficas para saber como se dá a manutenção da água, e ter assim, um melhor planejamento da irrigação na agricultura.

 

Inventividade - O presidente da Comissão de Minas e Energia, deputado Gil Pereira (PP), que solicitou a reunião, destacou a importância do Agrosmart no atual momento de crise hídrica, especialmente no Norte de Minas, região historicamente castigada pela seca.

 

O deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB) parabenizou Mariana Vasconcelos por sua inventividade. “Fico feliz que a tecnologia proporcione tantos avanços, mas também estou triste porque vejo que a preocupação com a agricultura diminuiu, pois há muitos trâmites burocráticos e poucos técnicos que vão ao campo”, disse o deputado.

 

Os deputados Dilzon Melo (PTB), Dalmo Ribeiro Silva (PSDB) e Emidinho Madeira (PTdoB) também parabenizaram a jovem. O deputado Dalmo Ribeiro Silva teve aprovado requerimento para a realização de visita para apresentar o Agrosmart à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

 

Norte de Minas - Também foram aprovadas visitas a projetos de irrigação localizados em Jaíba, Pirapora e Nova Porteirinha, no Norte de Minas. O deputado Gil Pereira, autor desses três requerimentos, quer tratar de assuntos relativos à irrigação na agricultura.

21-05-2015