Deputados debatem programa Bolsa Verde



 

 

As Comissões de Política Agropecuária e Agroindustrial e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizarão, nesta quarta-feira (13/5/15), audiência pública para discutir o pagamento pela prestação de serviços ambientais aos produtores rurais e agricultores familiares, previsto no programa Bolsa Verde. A reunião será às 15h15, no Auditório.

 

O autor do requerimento que deu origem à reunião, deputado Inácio Franco (PV), que é vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente, relata que o pagamento do benefício não está em dia e já gerou um déficit superior a R$ 54 milhões. "Minha decisão de voltar a discutir esse tema na Assembleia Legislativa é mais um esforço para buscar uma solução contra essa injustiça que estão cometendo contra os proprietários, que mantêm ou estão recuperando a cobertura vegetal nativa em Minas Gerais. Eles estão amparados pela Lei 17.727, de 2008, que instituiu o Bolsa Verde, e precisam ter acesso a esse incentivo financeiro", salienta.

 

Convidados - Foram convidados para a audiência pública a diretora de Desenvolvimento e Conservação Florestal do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Adauta Oliveira Braga; o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Cruz Reis Filho; a secretária de Estado adjunta de Desenvolvimento Agrário, Fabíola Paulino; o procurador-geral de Justiça, Carlos André Mariani Bittencourt; a diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Maria de Fátima Chagas Dias Coelho; e o presidente da Emater-MG, Amarildo José Brumano Kalil; a coordenadora de Meio Ambiente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), Ana Paula Melo; o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), Vilson Luiz da Silva; e a superintendente executiva da Associação Mineira de Defesa do Ambiente (Amda), Maria Dalce Ricas.

11-05-2015