Técnicos coletam amostras de água e descartam mortandade de peixes no Rio das Velhas



Técnicos do Núcleo de Emergência Ambiental da Secretaria Estadual de Meio Ambiente coletaram, na manhã deste sábado, amostras de água do Ribeirão Arrudas em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde uma companhia na Polícia Militar foi atingida por um incêndio nessa sexta-feira. Houve vazamento de combustível do posto de abastecimento da unidade, localizada no Bairro General Carneiro. De acordo com Miltom Franco, coordenador do núcleo, as amostras serão levadas para um laboratório que vai analisar se o curso d’água foi contaminado. O resultado deve sair na próxima semana. O Arrudas é um dos afluentes da bacia do Rio das Velhas e uma área do rio que fica próxima à companhia foi inspecionada pelos técnicos, que descartaram mortandade de peixes.

 

O incêndio que atingiu a unidade policial foi extinto após quase três horas de trabalho. De acordo com o tenente-coronel do 3° Batalhão do Corpo de Bombeiros, Donizete Silva de Oliveira, as chamas tiveram início quando um caminhão carregado com 10 mil litros de combustível começou a abastecer. Apesar do susto e dos prejuízos, ninguém se feriu no

incêndio.

 

 

Velho Chico

 

Nessa sexta-feira, manchas escuras foram observadas no Rio São Francisco, entre as cidades de Paulo Afonso (BA) e Delmiro Gouveia (AL). O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) informou que providências foram tomadas para investigar o caso.

20-04-2015