Semana das Águas começa bem em Minas

A entrega da Comenda Ambiental Estância Hidromineral de São Lourenço foi um dos marcos da abertura, e condecorou cidadãos mineiros, brasileiros e estrangeiros que se destacaram com ações em prol da disseminação, incentivo, apoio e divulgação de atividades relacionadas ao turismo e à preservação Ecológica e ambiental. Receberam a Comenda pelo Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema), o Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Adriano Magalhães Chaves, a Diretora Geral do Igam, Cleide Isabel Pedroza de Melo e o Diretor Geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Augusto Lio Horta.

Adriano Magalhães ressaltou o esforço realizado pelos agraciados pela medalha com ações em prol do meio ambiente e alertou sobre as necessidades de ampliação dessas ações e do uso racional da água. "A água é o fio condutor que garante a vida do planeta e todos nós, governo e sociedade, temos a responsabilidade de garantir que esse fio abasteça as futuras gerações", frisou.

Plano Estadual de Recursos Hídricos

Outro destaque na abertura das comemorações foi o lançamento do Plano Estadual de Recursos Hídricos de Minas Gerais, documento que define critérios, ações e programas para a melhoria da quantidade e da qualidade das águas nos rios de Minas. Além de ser um instrumento de gestão da Política Estadual de Recursos Hídricos no Estado, o Plano se configura como um instrumento descentralizado e participativo que serve de apoio e orientação político-institucional. "Nesta abertura temos que comemorar os avanços significativos na gestão dos recursos hídricos, reconhecendo o empenho e a participação de cada um nesse processo. Os desafios são grandes, mas, acredito que, com a participação de todos e um diálogo permanente entre governo, usuários de água e a sociedade civil vamos vencer estes desafios num ritmo cada vez mais rápido", ressaltou a diretora geral do Igam.

Unidades de Conservação

Foram assinados também os decretos para a criação de três novas Unidades de Conservação em Minas Gerais: O Parque Estadual de Paracatu com 6.400 hectares, que incluem a área de proteção especial (APE) de Santa Isabel e Espalha; O Parque Estadual da Mata do Limoeiro com 2.056 hectares, situado em Ipoema no município de Itabira, região da cordilheira do espinhaço e o Refúgio de Vida Silvestre da Bacia do Rio Tijuco com 8,7 mil hectare. A UC é um dos mais importantes corredores ecológicos do Triângulo Mineiro. A unidade de conservação protegerá grande parte do rio Tijuco, que é o último curso de água consideravelmente integro e propício a reprodução de peixes pertencentes à ictiofauna da Bacia Hidrografia do Paranaíba. "A criação dessas unidades de conservação na abertura da semana da água é muito significativa, pois representa a proteção de nascentes e matas ciliares e a proteção da biodiversidade como um todo", afirmou o secretário.

Convênios

No evento também foram assinados dois convênios entre a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais e os municípios de Minduri e Seritinga. Os acordos visam a conjugação de esforços para a conclusão, ampliação e melhorias e a execução das obras de construção, respectivamente, das usinas de triagem, reciclagem e compostagem de lixo dos municípios.

Expedição Mucuri

Além disso, foi entregue ao governador Antonio Anastásia, o livro "Expedição Mucuri", publicado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Mucuri com apoio do Igam. A obra relata a viagem exploratória que percorreu o rio e seus 17 afluentes para levantamento da situação ambiental e cultural da região, mostrando um pouco da história, cultura e riquezas da região.

As comemorações pelo Dia Mundial da água continuam com atividades durante toda a semana. Confira a programa completa no site do Igam .