Água Brasil capacita produtores em boas práticas agropecuárias no interior de São Paulo



Joanópolis é um município do Estado de São Paulo, localizado a 115 km da capital paulista, com pouco mais de 10 mil habitantes. Situada na Serra da Mantiqueira, é daquelas típicas cidades do interior com uma linda praça e um coreto, onde as pessoas se reúnem no final de tarde.

 

É nesta pequena cidade que o Programa Água Brasil, projeto do Banco do Brasil em parceria com o WWF-Brasil, escolheu para desenvolver um trabalho de conservação da bacia dos rios Cancã (Joanópolis) e Moinho (Nazaré Paulista), com a ajuda de produtores rurais da região.

 

No início de outubro, foi realizada mais uma capacitação de boas práticas agropecuárias e agroecológicas com produtores rurais das comunidades locais, representantes da prefeitura da cidade e de instituições locais.

 

Em dois dias de oficina foram discutidos os sistemas agropecuários mais utilizados na região, como: fruticultura; horta orgânica; Sistema Agroflorestal (SAF); Pastoreio Voisin; conservação do solo; e políticas públicas. Por meio de dinâmicas em grupo, os participantes levantaram as vantagens e desvantagens de cada prática assim como oportunidades e desafios para os produtores locais e, principalmente, os órgãos públicos.

 

Para Diogo Versari, analista de conservação do Programa Água Brasil, trabalhos como esse são extremamente importantes para um processo de construção coletiva. “Nosso objetivo é que a população entenda seu papel na cadeia de resultados que estamos desenhando juntos, afinal eles são peça fundamental e indispensável para que consigamos realizar nosso trabalho com sucesso”, disse.

 

No segundo dia, fomos conhecer as quatro Unidades Demonstrativas (UDs) do Programa e avaliar a evolução das práticas agroecológicas implantadas em 2010.

 

Para o produtor rural Orlando Fernandes da Silveira, a falta de informação é um dos principais motivos da destruição da natureza na região. “Sem dúvida, o ser humano ajudou a secar o rio. Como não tínhamos conhecimento, trabalhamos de forma errada e acabamos desmatando para fazer pasto. Agora, precisamos recuperar o estrago”, lamentou.

 

A oficina, além de bastante produtiva, foi uma ótima oportunidade para compartilhar experiências na teoria e na prática e avaliar os resultados e os pontos de melhoria de cada sistema. Todas as informações levantadas nas discussões serão inseridas em uma cartilha de boas práticas, que será distribuída para todos os produtores, instituições e órgãos públicos da cidade.

 

Flávio Quental, analista de conservação do Programa Água Brasil, enfatiza a importância do programa para a preservação do meio ambiente. “Somos seres indissociáveis da natureza. Quando a conservamos, estamos também conservando a nós mesmos. O Água Brasil tem esse único objetivo: disseminar boas práticas e conscientizar a população”, finalizou.

 

Água Brasil em Joanópolis

 

As bacias hidrográficas dos rios Cancã e Moinho concentram a produção agrícola e pecuária em pleno bioma da Mata Atlântica. O Programa Água Brasil atua na região para suprir a demanda de água para o abastecimento público da grande São Paulo, conciliando ações de restauração ecológica e conservação de fragmentos florestais, com a produção de alimentos.

 

* Publicado originalmente no site Agência Brasil.

13-11-2014