Expansão da rede de esgoto no País é lenta, diz o IBGE



Continua lenta a expansão da rede coletora de esgoto no País. A cobertura, incluindo fossas sépticas ligadas à rede, passou de 63,3% em 2012 para 64,3% em 2013, aumento de 1,5 milhão de domicílios, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nesta quinta-feira, 18, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na região Norte, apenas uma em cada cinco (19,3%) residências estava ligada à rede de esgoto. Foi a região que apresentou a menor proporção. No Sudeste, a cobertura chegou a 88,6%. O número de domicílios com coleta de lixo passou de 56,6 milhões para 58,4 milhões, alcançando 89,8% do total em 2013, contra 88,8% em 2012.

 

O Brasil tinha 85,3% dos domicílios atendidos pela rede geral de abastecimento de água. A proporção ficou estável em relação a 2012 (85,4%). No Sul e Sudeste foi registrado aumento de 1,4 e 0,3 ponto porcentual. Já as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste registraram reduções de 0,1; 0,9 e 1,4 ponto porcentual, respectivamente. Dos 65,1 milhões de domicílios do País, 74,5% eram próprios (sendo 69,4% quitados e 5,1% em aquisição), 17,9% eram alugados e 7,2%, cedidos.

 

24-09-2014