Berço de afluentes do São Francisco, Miravânia tem audiência

A cidade que tem nascentes é berço de vários rios importantes que abastecem o Rio São Francisco será palco de audiência pública da Comissão Extraordinária das Águas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Miravânia (Norte de Minas) vai sediar reunião da comissão na sexta-feira (27/6/14), às 9h30.

O deputado Adelmo Carneiro Leão (PT) é o autor do requerimento que motivou o debate, que será na Escola Estadual Dona Maria Carlos da Mota (Rua Machado de Assis, 165, Centro).

Segundo o deputado, o objetivo é debater a preservação das nascentes localizadas em Miravânia. O município possui nascentes e áreas de recarga de rios como Peruaçu, Japoré, Calindó, Itacarambi, Cochá, e Carinhanha. Esses cursos d'água banham vários municípios do Norte de Minas, como Manga, Montalvânia, Miravânia, Cônego Marinho, Itacarambi, Januária e São João das Missões e contribuem para o abastecimento do “Velho Chico”.

 

“Recebemos denúncia da Associação Comunitária Integrada dos Moradores de Canoas (Acimca) sobre a devastação irresponsável e mercantilista de mata nativa e de áreas importantes onde estão localizadas as nascentes. A ação da exploração indiscriminada e ilegal na região compromete diversos rios e também o Vale do Peruaçu, hoje parque nacional.”, informa Adelmo Carneiro Leão.

 

Segundo Adelmo, já existem populações que sofrem com as consequências da devastação, como os moradores das localidades de Calindó, Mamonas e Pedra Preta, que não sabem a quem recorrer diante das dificuldades que vivem pela falta d'àgua. “As comunidades já convivem a falta de água, e cada vez mais, suas plantações e sua própria sobrevivência ficam comprometidas. É urgente uma intervenção para reduzir a exploração indiscriminada. Vamos tentar encaminhar soluções para o problema.”, afirmou.

 

Convidados - Para a reunião foram convidadas outras duas comissões da Assembleia, a de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e a de Minas e Energia. Também foram chamados à audiência: o prefeito e o presidente da Câmara Municipal de Miravânia, Raimundo Nonato Pereira Luna e José Vieira Filho; o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Alceu José Torres Marques; a diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Marília Carvalho de Melo; o procurador da República em Montes Claros, Marcelo Malheiros Cerqueira; o superintendente da Regional da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) em Montes Claros/MG, Aldimar Dimas Rodrigues.

23-6-2014