Rio Preto terá 14 quilômetros despoluídos



Quatorze quilômetros do rio Preto, em São José do Rio Preto (SP), serão despoluídos. O projeto, orçado em R$ 3,3 milhões, será viabilizado com recursos acumulados de multas aplicadas pela Secretaria Estadual de Justiça por danos ambientais. A cidade foi selecionada entre 200 municípios.

 

Ao todo, 13 cidades da região poluem o rio Preto. A cada 10 segundos chega um lixo novo na calha do rio.

 

A intenção é iniciar a limpeza do rio ainda neste ano. A ação terá duração de 10 meses. O projeto será realizado em cinco etapas. Na primeira, serão feitas as regularizações ambientais para intervenção em Área de Preservação Permanente (APP) e desassoreamento de trechos do rio.

 

Na segunda etapa serão feitas aquisição e instalação de barreiras flutuantes para conter os resíduos flutuantes provenientes no município e instalação das placas informativas do projeto. Na terceira fase será feita a limpeza e abertura de acessos junto ao rio para início da limpeza com remoção manual e mecanizada, de acordo com a necessidade de cada trecho, com reciclagem dos materiais reaproveitáveis e destinação final em aterro dos rejeitos.

 

Trechos do rio serão desassoreados na quarta etapa. Na última fase haverá plantio de 10 mil mudas na APP do rio Preto, ao longo dos trechos trabalhados e degradados. "Essa ação vai beneficiar todos os municípios no trajeto entre Rio Preto, Ipiguá até a cachoeira de São Roberto, em Pontes Gestal. Vai beneficiar as cidades e fomentar o turismo", disse o prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes. De acordo com o prefeito, uma lei para multar quem joga lixo nas ruas está em processo de elaboração.

 

 

Com informações do G1