Estação de tratamento do Arrudas não é eficiente



A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Ribeirão Arrudas, instalada em Sabará, na Grande Belo Horizonte, opera fora dos parâmetros definidos pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama). Esta é a conclusão do laudo “Avaliação de Eficiência da ETE Arrudas”, elaborado a pedido da prefeitura de Sabará. O estudo é de maio deste ano e, com base nele, o prefeito Diógenes Fantini, pretende pedir na Justiça a suspensão do contrato da cidade com a estatal.

Em suas análises, Luiz Mário Queiroz Lima, doutor em engenharia hidráulica e saneamento, e Camila de Aguiar Lima, mestranda em saneamento, avaliaram oito parâmetros e encontraram não conformidade em cinco. Em coliformes totais, foram encontrados 160 mil NMP (medida de densidade) por 100 ml. O aceitável seriam 20 mil por 100 ml.

 

A ETE também foi reprovada em remoção de fósforo total, de nitrito, de nitrogênio amoniacal total e de Escherichia coli, bactéria que indica a qualidade da água. Os quesitos nos quais a ETE foi aprovada foram Demanda Química de Oxigênio (DQO), remoção de nitrato e de sólidos sedimentáveis.

 

A ETE Arrudas trata o esgoto vindo de Belo Horizonte. O contrato para destinação dos dejetos gerados em Sabará é outro, foi assinado em dezembro do ano passado e prevê o tratamento da totalidade do esgoto até 2016. E é esse contrato que o prefeito pretende romper por via judicial. “Não posso firmar um contrato com uma empresa que joga merda na Geni. Sabará é a Geni da Copasa”, reclama.

 

Melhorias. A qualidade das águas do rio das Velhas, bacia na qual está inserida a ETE Arrudas, está melhorando, segundo a Copasa, que atribuiu o resultado às ETEs. Por mês, a estatal realiza 8.000 ensaios de controle de qualidade “que comprovam que a água é devolvida com 100% de eficiência em relação às exigências legais ao Ribeirão Arrudas, afluente do Rio das Velhas”.

 

 

Entenda

- Alguns indicadores medem a pureza da água e outros, quando em quantidades elevadas, podem provocar doenças.

 

- Ao nitrato, por exemplo, é atribuída uma doença infantil denominada metahemoglobinemia, que pode ser letal.

 

- O nitrito tem substâncias relacionadas ao surgimento de câncer.

 

- O nitrogênio amoniacal não provoca danos a humanos, mas pode causar sufocamento de peixes.

 

Fonte: Laudo técnico