ONG reúne 10 mil em abraço à serra da Moeda

Mais de 10 mil pessoas participaram, ontem, do abraço à serra da Moeda para demonstrar apoio à preservação do local e pedir o fim das atividades mineradoras na região. Um grande cinturão humano foi formado na serra, que fica no limite entre as cidades de Nova Lima e Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

 

Essa é a sexta vez que a ONG Abrace a Serra da Moeda realiza o evento, e dessa vez, houve motivos para comemoração. Os participantes do abraço celebraram o decreto da Prefeitura de Brumadinho que aumentou a área protegida da unidade Monumento Natural da Mãe D’Água, que, agora, contará com 500 hectares protegidos.

 

Isso vai aumentar em 31 o número de nascentes que não poderão sofrer degradação ambiental.

A ação inspirou o prefeito de Nova Lima, Cassinho Magnani, que aproveitou a ocasião para prometer a criação da unidade de proteção da serra da Calçada, que formará, junto com o Mãe D’Água, um corredor ecológico que irá viabilizar a preservação da fauna e da flora na região.

 

Além da atuação das prefeituras das duas cidades, um projeto de lei tramita na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para instituir o Parque Estadual da Serra da Moeda. A proposta já foi analisada pelo Instituto Estadual de Florestas, que pediu algumas adequações no texto. (BM)