Semad e IEF promovem encontro para alinhar ações de combate a incêndios florestais

 

 

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e o Instituto Estadual de Florestas (IEF), promoveram, de 9 a 11 deste mês, no Parque Estadual do Rio Preto, o Encontro de Gerentes de Unidades de Conservação (UCs) e Previncêndio 2013. O objetivo do evento, realizado antes da chegada do período crítico de seca, foi alinhar as ações das equipes que atuam no combate aos incêndios florestais e dos gestores das UCs a fim de garantir bons resultados nas operações contra as queimadas.

 

Participaram da abertura do encontro a subsecretária de Controle e Fiscalização Ambiental Integrada, Daniela Diniz, e o diretor-geral do IEF, Bertholdino Apolônio Teixeira Júnior que destacaram a importância do evento. “A aproximação dessas equipes é muito importante. Os gerentes estão sendo envolvidos no processo de combate a incêndios florestais e isso não poderia ser diferente, já que eles estão dentro das UCs”, afirmou Teixeira Junior. Segundo ele, a reunião de trabalho, além de fundamental, abordou temas relevantes e promoveu o alinhamento das ações de combate às queimadas.

 

Para a subsecretária, para se fazer um bom combate, é necessário o envolvimento dos gerentes. “Com a publicação da Lei delegada 180/2011, a estrutura do Previncêndio veio para a Subsecretaria de Controle e Fiscalização Ambiental Integrada. Por ele se tratar de um programa que trabalha a prevenção e o controle, não poderia ser diferente. No entanto, o Previncêdio não existe sem os gerentes das UCs. Por isso, precisamos ter grande interatividade com o pessoal do IEF”, explicou Daniela Diniz.

 

“Sabemos que a Subsecretaria tem a estrutura para combater os incêndios, no entanto, são os gerentes que conhecem as unidades de conservação, eles que identificam o primeiro sinal de incêndio. Por isso, precisamos que estejam envolvidos e conheçam o funcionamento dessa nossa estrutura”, concluiu a subsecretária.

 

Durante o encontro, que contou com participação de cerca de 80 pessoas, foram abordados temas como o Plano de Ação para Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, o balanço de incêndios e focos de calor nas UCs, os procedimentos da Sala de Situação do Previncêndio, a infraestrutura e logística do programa, entre outros.