AmBev anuncia projeto de preservação do Rio Jaguari

A Ambev, uma das 27 empresas associadas ao Consórcio PCJ, localizada na cidade de Jaguariúna (SP), anunciou oficialmente ontem (20) seu novo projeto: Apoiar produtores rurais para que protejam matas ciliares e as nascentes dos rios, melhorando assim a qualidade e quantidade de água disponível. O objetivo atuar na micro bacia do Rio Jaguari no município de Jaguariúna, fonte de água na produção da empresa, que enfrenta dificuldades quando ocorre diminuição da vazão do rio em época de estiagem, acarretando o aumento da carga de poluição presente no curso d’água.

 

Estiveram presentes ao lado de autoridades da imprensa local no lançamento da iniciativa, os coordenadores de projetos do Consórcio PCJ, Ligia Cepeda e Guilherme Valarini.

 

O projeto leva a chancela do Movimento Cyan – ação coletiva promovida pela Ambev com o objetivo de incentivar o uso consciente da água – e é fruto da parceria com a The Natural Conservancy (TNC), entidade que desenvolve planos de preservação em mais de 35 países. A TNC pretende fazer uma série de estudos na região de Jaguariúna com a ajuda da Associação Mata Ciliar, com intenção de mapear os problemas de qualidade de água, quantidade disponível e assoreamento. O resultado deste estudo será divulgado posteriormente para os produtores, que serão informados de como poderão acessar e como utilizar os recursos disponíveis.

 

Ricardo Rolim, diretor de relações socioambientais da Ambev, explica o motivo principal da iniciativa. “A AmBev tem 25 anos de história de gestão ambiental realizada dentro de casa com sucesso. Em 2010, tivemos a primeira iniciativa de ir para fora de casa quando consolidamos o trabalho interno e nos sentimos seguros para tanto. É uma tendência. Apenas olhar para dentro de casa não é mais o futuro. Tenho de fazer minha parte na gestão, mas também o que posso contribuir para a comunidade, principalmente para uma empresa de grande porte que possa ter esse tipo de mobilização”, disse Rolim.

 

Para Anita Diederichsen, coordenadora do programa Produtor de Água Mata Atlântica e Savanas Centrais da TNC, é importante a cooperação regional no projeto, ‘’Por ser uma visão ousada de investimento eu convido todos que atuam nas bacias PCJ para compartilhar conosco dessa visão, que é melhorar a qualidade dos mananciais. Uma das formas é garantir que as florestas sejam realmente mantidas e dar um passo mais além, o de recuperar áreas importantes na produção de água”, comentou ela.

 

Tarcisio Chiavegato, Prefeito Municipal de Jaguariúna, cidade consorciada onde está localizada a Ambev, também participou do evento e lembrou suas passagens políticas pelo Consórcio PCJ, “Sou apaixonado pelo meio ambiente e fico feliz por vocês do Consórcio PCJ estarem presentes em minha cidade prestigiando esse projeto. Sempre tive uma grande honra em participar da diretoria e do conselho da entidade’’, disse Chiavegato, um dos conselheiros da nova Diretoria do Consórcio PCJ, eleita no último dia oito de março.

 

A Ambev é uma das primeiras empresas a se associar ao Consórcio PCJ, participando da entidade desde 1996. O Grupo das Empresas Consorciadas tem forte representatividade junto à Diretoria da entidade, onde ocupa três atuantes vice-presidências. A utilização de água das empresas consorciadas representa 80% do total do uso industrial das Bacias PCJ, garantindo grande respeitabilidade ao grupo.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação - Consórcio PCJ