Agência Reguladora explica cobrança das tarifas de esgoto da Copasa

A Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (ARSAE-MG) está trabalhando para definir o reajuste tarifário da Copasa para 2012, que será anunciado no final da tarde de quinta-feira, 12/04.

A ARSAE-MG entende ser este o momento próprio para esclarecer à população sobre alterações realizadas na correlação entre tarifas de água e tarifas de esgoto (apenas coleta ou coleta com tratamento). “Desde já é importante deixar claro que as mudanças no percentual das tarifas não têm qualquer impacto no preço total dos serviços”, afirma Antonio Caram Filho, diretor-geral da Agência Reguladora.

No ano passado, a ARSAE-MG iniciou a reversão de mudanças feitas em 2007 na tabela de tarifas da Copasa. Naquele ano (2007), os percentuais das tarifas de esgoto foram reduzidos, mas com um correspondente aumento das tarifas de água. Em 2011, a ARSAE-MG decidiu retornar às condições vigentes até fevereiro de 2007, fazendo isso em duas etapas.

A reversão de tarifas começou a ser implementada em 2011 e será concluída agora em 2012.  Dessa forma, de acordo com a Diretoria Colegiada da ARSAE-MG, as tarifas de esgoto (apenas com coleta) retornarão aos 50% do preço da água, enquanto que as tarifas de esgoto (com coleta e tratamento) retornarão a 90% da tarifa de água, mesmos percentuais aplicados até 2007.

“A reversão das tarifas não implica em qualquer aumento do preço total dos serviços, pois as tarifas de água estão sendo reduzidas para compensar, de forma proporcional, o aumento das tarifas de esgoto”, explica o diretor-geral da Agência Reguladora.

Atualmente, a Copasa atua em 615 cidades com serviços de água e apenas em 213 com serviços de esgoto. Portanto, o assunto interessa diretamente apenas a essas cidades, pois não há cobrança de esgoto nos demais 402 municípios, onde a Copasa só tem a concessão dos serviços de água.