Expedição fará diagnóstico da bacia do rio José Pedro

Entre os dias 17 e 21 de abril, uma expedição vai percorrer cerca de 200 quilômetros na região do rio José Pedro, no Leste de Minas Gerais. O objetivo é fazer um diagnóstico das condições ambientais do maior afluente do rio Manhuaçu, na bacia do rio Doce, com registros históricos, audiovisuais e coletas de dados técnicos. O projeto é do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Manhuaçu, com o apoio de parceiros locais e do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), órgão que integra o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema).

Durante os cinco dias, cerca de 100 expedicionários irão percorrer a região com barcos e veículos automotores. No primeiro dia, às 7h, uma equipe do Corpo de Bombeiros irá descer de rapel a nascente mais alta do Rio José Pedro, no Pico da Bandeira, no Parque Nacional do Caparaó. A solenidade oficial de abertura acontecerá no dia 18, às 15h, na Cachoeira das Andorinhas, no município de Alto Jequitibá. Nos dias seguintes, os expedicionários percorrerão as comunidades ribeirinhas que serão envolvidas em atividades de conscientização e sensibilização sobre a importância da preservação dos recursos naturais, principalmente a água.

Ao longo do percurso, o grupo irá visitar os municípios mineiros de Alto Caparaó, Manhumirim, Alto Jequitibá, Durandé, Lajinha, Conceição de Ipanema, Ipanema, Mutum, Taparuba e Pocrane, além do município de Iuna, no estado do Espírito Santo. O encerramento está previsto para a tarde do dia 21, em Pocrane, na foz do Rio José Pedro.

“Estou muito otimista com a realização desta expedição. Temos firmado muitas parcerias que possibilitarão esta iniciativa e, sobretudo, ela contribuirá muito para nossa integração e articulação dentro da bacia” destacou a presidente do CBH Manhuaçu, Isaura Pereira Paixão.

Os interessados em participar da expedição devem entrar em contato como o comitê pelo telefone (33) 3332-3891 ou pelo e-mail: cbhmanhuacu@hotmail.com