Municípios e MCidades juntos em Brasília

Na quarta-feira (9/02), o Ministério das Cidades sediou o primeiro encontro com representantes dos municípios selecionados do Grupo 2 na segunda etapa do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento), para auxiliar os municípios na elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).


A abertura do encontrou contou com presença do ministro das Cidades, Mário Negromonte, que destacou que água, esgoto e tratamento resíduos sólidos são tão importantes no dia a dia das pessoas, quanto fundamentais para o desenvolvimento dos municípios. O Ministro ressaltou ainda a importância da parceria entre o Ministério das Cidades e os municípios. Para ele não há como conquistar o êxito sem essa parceria. "Este é um momento histórico na vida dos municípios. Um grande marco. O direito ao acesso a água e esgoto regularizado é de todos. É uma responsabilidade dos municípios a participação e organização na Política de Saneamento Básico", afirmou Negromonte que reforçou ainda que o Ministério tem um importante papel a cumprir, apoiando os municípios nessa tarefa.


O secretário Nacional de Saneamento Ambiental, Leodegar Tiscoski, comemorou a presença dos representantes dos municípios no evento. Sobre o PAC 2, Leodegar Tiscoski lembrou que é prioridade selecionar propostas com bons planos. "Um bom plano municipal tem a cara da cidade e da população, além de ser dinâmico para ser atualizado freqüentemente. Aproveitem esses dois dias para discutir e aperfeiçoar os projetos, para termos boas obras futuramente", disse o Secretário.


Segundo dia de evento


Os participantes se dividiram em grupos com 20 integrantes que simularam a elaboração do PMSB. Depois, cada grupo discutiu os resultados da dinâmica. Neste momento, a equipe técnica do Ministério das Cidades avaliou as simulações, tirou dúvidas e apresentou sugestões para elaboração do plano.
A diretora do Departamento de Articulação Institucional, Viviana Simão, anunciou que durante 2011 os encontros de capacitação continuarão e enfatizou a parceria do MCidades: "Este é um processo que deve ser elaborado em parceria. Se houver problemas no caminho, o Ministério da Cidades auxiliará os municípios para que achem uma solução. Estamos aqui para ajudar a todos", garantiu Simão.


A secretária de Planos dos município Cruz das Almas, na Bahia, Helca Hassegawa, comentou o resultado do encontro. "Esses encontros são essenciais para que a sociedade debata os problemas urbanos. É uma atividade extremamente importante por trazer a tona o tema saneamento que é fundamental para a saúde e qualidade de vida", opinou.


Francisco Moraes, Gerente Comercial da Companhia de Água e Esgoto do Ceará demonstrou o desejo de sempre participar dos encontros de saneamento. "É proveitoso em função do conteúdo exposto e a troca de informação com outros participantes. Pude conhecer a realidade de muitos municípios participantes", afirmou o gerente comercial.

"Ascom Ministério das Cidades",11/2/2011