MMA investe em sustentabilidade aplicada ao dia a dia

O atual cenário de crescimento da economia nacional, com a ascensão social de uma parcela significativa da população, demanda uma ação afirmativa no sentido de ajudar o cidadão a fazer escolhas mais sustentáveis na hora de consumir. Tendo em vista esse objetivo, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) vem desenvolvendo iniciativas que visam despertar a atenção do brasileiro para os resultados de suas decisões como consumidor. Entre essas iniciativas, estão os "Cadernos de Consumo Sustentável", cuja primeira edição foi elaborada em parceria com o Cempre.

"Os Cadernos são uma forma de transmitir informações a respeito do que é consumo sustentável, pois nem sempre as pessoas têm uma dimensão clara de sua abrangência. Queremos reforçar que o consumo consciente é parte do consumo sustentável. O primeiro diz respeito a escolhas individuais e imediatas na hora da compra, e o segundo é mais amplo, implicando uma mudança de comportamento e de hábitos que leva em conta a coletividade e o planeta, unindo aspectos econômicos, sociais e ambientais", explica Fernanda Daltro, gerente do Departamento de Produção e Consumo Sustentáveis, da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do MMA.

Com este projeto, a grande meta do Ministério é traduzir, de forma prática, o conceito de sustentabilidade para que as pessoas possam identificar sua aplicabilidade no cotidiano. O público-alvo dos Cadernos é a sociedade em geral, com destaque para os consumidores e todos que tenham interesse em trabalhar o conteúdo do material como escolas, universidades e associações. "Nossa proposta é produzir um Caderno a cada quatro meses, sempre com o apoio de um parceiro especializado no assunto para unir esforços e oferecer um material de primeira qualidade, simples e atraente. Como os aspectos são infinitos, não temos um horizonte predeterminado para a conclusão da série", conta Fernanda Daltro. Os próximos temas previstos são: Criança e Consumo (com o Instituto Alana) e Consumo e Água (com a Agência Nacional de Águas).

"Nossa missão no Departamento de Produção e Consumo Sustentáveis é, por um lado, fomentar o mercado a fim de expandir a produção de bens mais sustentáveis a preços acessíveis e, por outro, sensibilizar o consumidor para que ele exerça sua cidadania na hora de definir suas escolhas", comenta Fernanda Daltro. "Se conseguirmos despertar o cidadão para esses aspectos, teremos um grande aliado para promover o consumo sustentável de maneira efetiva."