Estação Ecológica é premiada pelo programa Escola Integrada

Em solenidade na noite de ontem (terça, 13), a Estação Ecológica UFMG foi agraciada com o selo/prêmio BH Cidade Educadora, entregue pela secretária de educação do município, Macaé Evaristo, ao coordenador geral da Estação, professor Bernardo Machado Gontijo (Instituto de Geociências da UFMG), e demais coordenadores.

Classificada em segundo lugar na categoria Instituição de ensino entre os 316 projetos inscritos, a Estação Ecológica UFMG oferece, durante todo o ano, atividades de educação ambiental, caminhadas e oficinas, organizadas de acordo com a faixa etária dos estudantes e com as necessidades de cada escola que participa do programa.

Para o gestor Celso Baeta Neves, a premiação demonstra a contribuição da Estação na melhoria da educação pública no município, além de ser mais um indicador externo da qualidade dos trabalhos desenvolvidos no local. "O prêmio aumenta nossa responsabilidade", enfatiza Baeta, ao informar que a Estação recebe, anualmente, em torno de 22 mil alunos, dos quais cerca de quatro mil são oriundos das escolas municipais de Belo Horizonte.

A equipe de monitores responsável pelas atividades é composta por alunos de graduação de diferentes cursos da UFMG. Baeta destaca o apoio da Pró-reitoria de Extensão (Proex), que possibilita a realização das atividades por meio da concessão de bolsas a alunos de graduação.

Escola integrada
Iniciativa da prefeitura de Belo Horizonte, o programa Escola Integrada concebe que a educação extrapola os muros da escola, e que tanto a comunidade mais próxima, quanto a própria cidade são responsáveis. Por isso, busca a formação integral do aluno da rede municipal, que fica sob os cuidados da escola durante cerca de 9 horas.

Nesse horário, são desenvolvidas atividades de acompanhamento pedagógico, esportes, cultura, lazer e artes. Além disso, há uma busca pela formação pessoal e social do aluno. Todas essas atividades são ministradas e acompanhadas por oficineiros da comunidade, de ONGs e por alunos de graduação e pós-graduação das dez instituições de ensino superior parceiras da prefeitura.