Projetos do Governo de Minas são selecionados no PAC 2

A revitalização do lago de Furnas é uma das prioridades dos 10 projetos de saneamento básico da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru), selecionados pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), através Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Os projetos aprovados são de obras de tratamento de esgoto de 10 cidades do Sul de Minas localizadas ao redor da represa de Furnas.

Os projetos desenvolvidos pela Sedru e selecionados pelo governo federal vão render aos municípios recurso de R$ 40 milhões para a execução de obras de esgotamento sanitário, levando assim a universalização do serviço de esgoto, isto é 100% da população destas cidades serão atendidas com serviço de tratamento de esgoto, além de diminuir a emissão de esgoto sem tratamento no lago de Furnas, melhorando a qualidade d'água da represa que atinge 34 cidades mineiras.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, a execução dos projetos elaborados pelo Governo de Minas vai melhorar a qualidade de vida da população que vive na região. "A represa de Furnas, um dos mais belos patrimônios naturais de Minas Gerais, é fundamental para o turismo e para o desenvolvimento econômico e regional do Estado. Com a execução destes 10 projetos vamos conseguir tratar parte do esgoto que é lançado no lago melhorando assim a qualidade de vida de milhões de mineiros que dependem das águas de Furnas. Hoje estas obras são realidade graças a parceria entre a Sedru, Copasa, Funasa e os municípios mineiros" disse o secretário.

Os projetos

Os projetos começaram a ser elaborados em 2009 numa parceria entre Sedru e a Associação dos municípios do Lago de Furnas (ALAGO). A escolha dos municípios que teriam os projetos elaborados foi feita tendo como critério as cidades com menos de 50 mil habitantes.

De acordo com o Secretário Executivo da Alago, Fausto Costa, a aprovação destes projetos é o acontecimento mais importante para o desenvolvimento sustentável da região. "O lago de Furnas hoje é limpo, mas se continuar recebendo o esgoto sem tratamento no futuro ele pode ser contaminado. Desta forma é tão importante a liberação deste recurso para que nós possamos implantar tratamento de esgoto nos municípios da região e consequentemente deixar de lançar na represa o esgoto sem tratamento" destacou.

Municípios atendidos

O recurso será destinado aos municípios de Alterosa, Conceição da Aparecida, Cristais, Espírito Santo do Dourado, Ilicinea, Juruaia, Muzambinho, Nova Resende, Ouro Fino e São José da Barra.