Especialista da ANA faz apresentação sobre efeitos do aquecimento global na evapotranspiração das plantas

Quais serão as consequências do aquecimento global sobre a agricultura e como mitigar seus efeitos, garantindo a segurança alimentar? Com este mote, o especialista em recursos hídricos da Agência Nacional de Águas (ANA), Flávio Hermínio de Carvalho, apresentou o trabalho intitulado "Aquecimento Global - Efeitos do Aumento da Temperatura sobre a Evapotranspiração de Referência no Brasil" nesta quarta-feira, 30 de novembro, penúltimo dia do 19º Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos.

De acordo com os relatórios do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), o aquecimento global influencia tanto o bem estar humano como a biodiversidade. No caso das plantas, o fenômeno aumenta a taxa de evapotranspiração - que é a perda de água do solo por evaporação e a perda de água da planta por transpiração -, o que é danoso às atividades agrícolas, já que reduz a água disponível às plantas na faixa de profundidade do solo onde estão as raízes, que não são muito profundas no caso de culturas anuais.

O trabalho do especialista visa a simular o aumento da evapotranspiração de referência em diversos pontos do Brasil, com base no aumento previsto para as temperaturas médias, inferindo sobre alterações da evapotranspiração das culturas no País. Para tanto, foram feitas simulações de aumento de até 4°C nas temperaturas médias para os diversos meses do ano e em diversos locais do Brasil. Observou-se que, na média nacional, cada grau de aumento na temperatura gera um incremento de, aproximadamente, 40 mm por ano na evapotranspiração.

Tomando como base a cidade de Maceió, o especialista da ANA simulou os efeitos de um aumento de 1ºC a 4ºC na evapotranspiração. Se atualmente a taxa da capital alagoana é de 1.651,01mm/ano, este número subiria para 1.701,43 mm/ano com um aumento de 1ºC; 1.752,82mm/ano com mais 2ºC; 1.804,74mm/ano, com 3ºC; e 1.857,37mm/ano, com 4ºC.

O Simpósio

O tema do 19º Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos é "Água em um mundo em transformação". De 27 de novembro a 1º de dezembro, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió (AL), o assunto será amplamente debatido por representantes da comunidade técnico-científica, dos usuários de recursos hídricos, da sociedade civil, agentes públicos, professores, pesquisadores, consultores, empreendedores, agentes privados, estudantes e interessados. Cerca de 2 mil participantes são esperados na capital alagoana durante o evento, que é realizado pela Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRH) e tem patrocínio da ANA. Para mais informações, acesse: http://www.acquacon.com.br/xixsbrh.