Sistema de abastecimento de água de Divinópolis será um dos mais modernos do país

Um pacote de cerca de R$ 200 milhões assegurados pelo Governo de Minas, por intermédio da Copasa, garantirá que um grande programa de obras seja realizado em Divinópolis. No momento, a Copasa está investindo R$ 5,8 milhões na implantação de novos encanamentos com diâmetro maior e a construção de um reservatório com capacidade de um milhão de litros de água.

Estas obras vão melhorar o atendimento à população dos bairros da região sudeste: Davanuze, Dona Quita, Dona Rosa, Nações, Padre Eustáquio, Paraíso, Santa Lúcia, Santa Rosa, Vila Roseiras e da área central, aonde chegou a faltar água durante a estiagem. Com isto, a Copasa garantirá um controle e gerenciamento ainda mais eficiente da produção, tratamento e distribuição de água em toda cidade.

Em reunião realizada nessa terça-feira (25), em Divinópolis, com o prefeito Vladimir de Faria Azevedo, o presidente da Copasa, Ricardo Augusto Simões Campos, autorizou a contratação imediata dos equipamentos, softwares e serviços para implantação do Sistema 3T-Divinópolis, composto por Telemetria, Telecomando e Telesupervisão. A implantação deste sistema garantirá o monitoramento, em tempo real, do funcionamento das principais unidades operacionais do abastecimento de água do município.

Com o 3T todos os processos do sistema de abastecimento de água de Divinópolis serão automatizados, permitindo que seja feito à distância, o controle das vazões e da pressão da água nas redes e dos níveis de reservação e de consumo de água, o monitoramento dos parâmetros de tratamento e a medição de consumo de energia elétrica nas unidades operacionais.

Com a automação dos processos e a melhoria do fornecimento de água o sistema de abastecimento passará a ser um dos mais modernos do país e a população de Divinópolis terá melhores condições de vida e saúde.