Secretário do MMA destaca importância do Brasil na Rio+20

A política de desenvolvimento ambiental adotada pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) foi destaque na abertura do Seminário Internacional "Preparando Rio + 20: Propondo um Mundo Sustentável", que está sendo realizado até quarta-feira (26/10), no Centro de Excelência em Turismo/Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília (UnB). O secretário executivo do MMA, Francisco Gaetani, representando a ministra Izabella Teixeira, participou do evento.

Na palestra que fez durante a primeira mesa de debates "Balanço da Conferência do Rio 92 e as Perspectivas da Rio+20", Gaetani destacou a importância do Brasil nesse processo "onde o país está sendo percebido como potência ambiental global emergente". Ele lembrou que esse destaque se deve não só pela variedade do patrimônio genético, como também por abrigar as maiores florestas tropicais do mundo, possuindo o maior percentual de água doce do planeta num momento em que a segurança hídrica torna-se estratégica no século XXI.

O seminário Preparando Rio+20 propõe um mundo mais sustentável, centrado no futuro, nas proposições para a próxima década, passando rapidamente por um balanço das duas décadas anteriores. É promovido pelo Centro de Desenvolvimento Sustentável da UnB e pelo Instituto Internacional de Pesquisa Política da Civilização (IIRPC), com apoio do MMA. Conta ainda com participação de representantes de outros países.

Estão previstos ainda para os próximos dois dias do seminário debates sobre os Desafios da Governança Ambiental no Mundo e no Brasil; Economia Verde e Combate a Pobreza; Caminhos e Descaminhos da Sustentabilidade: quais alternativas?; O Papel dos BRICS e a Conferência de Encerramento de Edgar Morin - Para além da Rio+20: A metamorfose Civilizacional.