400 quilo de lixo tóxico são recolhidos em lixão

MONTES CLAROS - Quatrocentos quilos de produtos tóxicos serão incinerados na quinta-feira (3) em Montes Claros, no Norte de Minas. O material foi encontrado em um lixão clandestino na zona rural da cidade. Os autores do descarte ilegal não foram localizados.


O material foi recolhido pela Vigilância Sanitária e pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Segundo o coordenador do IMA, em Montes Claros, Ricardo Soares, os produtos foram encontrados por participantes de uma cavalgada, que acionaram a prefeitura.


O lixão clandestino fica próximo a uma estação da Copasa, na região do Cedro, onde existe a captação de água para abastecer 30% da população de Montes Claros. De acordo com Ricardo Soares o material estava nas proximidades da tubulação que conduz a água para a cidade. No entanto, ele disse que havia risco de contaminação.


A fiscalização esteve no local e encontrou produtos veterinários e agrotóxicos com data de validade vencida. A suspeita é de que o descarte tenha sido feito por alguma empresa revendedora ou algum produtor da região. Os culpados serão multados de acordo com a legislação ambiental. A lei determina que seja feita a incineração destes produtos.


O relatório sobre o lixo tóxico encontrado já foi concluído. O documento será encaminhado aos órgãos ambientais, que vão definir as medidas a serem tomadas. A empresa responsável pelos medicamentos veterinários foi acionada e se comprometeu a incinerar os produtos. A firma vai fazer um levantamento dos lotes dos remédios para tentar identificar os compradores.

Jornal " Hoje em Dia", 3/2/2011