Audiência vai discutir Estação de Tratamento de Esgoto

Com o objetivo de debater a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em São Joaquim de Bicas (região Central), a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais irá promover uma audiência pública. A reunião será na quarta-feira (19/10/11), às 10 horas, na Associação dos Moradores Beneficente Comunitária Vida Melhor do bairro Pedra Branca (rua Lavras, nº 304).

O deputado Célio Moreira (PSDB), presidente da comissão, foi o autor do requerimento. Na justificativa de seu pedido, ele alegou que estatísticas colocam o município entre as piores cidades no entorno de Belo Horizonte, quando o assunto é destinação dos efluentes (produtos lançados no meio ambiente gerados por indústrias ou resultante de esgotos domésticos urbanos).

O deputado esclareceu que, de acordo com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), somente 42,77% do esgoto de São Joaquim de Bicas é coletado. Desse total, apenas 1% é tratado. As casas que não estão ligadas à rede se dividem entre as que destinam os dejetos de modo incorreto (29,36%), despejando-os em fossa rudimentar, vala, rio ou lago, e as que usam a fossa séptica (24,52%). "Além de contribuir para a proliferação de ratos, mosquitos e caramujos, vetores de várias doenças, as consequências da ausência de saneamento básico são as contaminações do lençol freático, de córregos e mananciais", argumentou.

Convidados - Foram convidados para a audiência pública o prefeito de São Joaquim de Bicas, Antonio Carlos Resende; o presidente da Câmara Municipal, Marco Tulio Silveira de Lacerda; o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Adriano Magalhães Chaves; o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Patrimônio Cultural, Urbanismo e Habitação, Luciano Luz Badini Martins; o presidente da Copasa, Ricardo Augusto Simões Campos; a presidenta da Associação Comunitária do bairro Pedra Branca, Terezinha de Souza; o presidente da Associação Comunitária dos bairros Estância do Paraopeba e Planalto Cristalino, Rodrigues Chaves Costa; e o presidente da Associação Comunitária dos bairros Primavera e Imperador, Ivan Ferreira da Silva.